Escutem Rule 62 da Whitney Rose


No começo do ano escrevi no review do EP "South Texas Suite" que a Whitney Rose era uma "vocalista em ascensão" e que "mais cedo ou mais tarde as pessoas irão prestar mais atenção no seu trabalho." Esse momento finalmente chegou. 

Uma vez chamei a Whitney de promessa, mas isso foi em 2015, época em que ela lançou "Heartbreaker of the Year" e ainda residia no Canadá, pouco mais de 2 anos se passaram ela a promessa se tornou uma realidade. Ela amadureceu muito como compositora e vocalista, parte disso era esperado, quem acompanha ela a mais tempo sabe do seu potencial, mas acredito que a mudança para o Texas, o contato com a cena local e a influência do Raul Malo (The Mavericks), devem ter ajudado nesse rápido amadurecimento. 

O Country que a Whitney faz não tem um padrão, cada música soa diferente, podemos escutar um pouco de Tex-Mex, Country-Folk, Country tradicional, progressivo e tem até Soul em "Can't Stop Shakin". As composições e a parte instrumental são maravilhosas, mas os vocais da Whitney roubam a cena. Eu achava que ela não poderia melhorar algo que já era bom, mas me enganei, ela conseguiu aprimorar sua voz e entrou definitivamente para o seleto grupo de grandes vocalistas Country da atualidade.

Eu posso não ser o melhor escritor da face da Terra, mas sou bom demais "descobrir" músicos promissores antes da maioria, foi o que aconteceu com a Whitney Rose, que está no caminho certo para se tornar uma estrela da Country Music.

Tecnologia do Blogger.