Escutem Love. Ain’t Love da Yonder Mountain String Band


Sou um apaixonado por Progressive Bluegrass, estilo em que as bandas prezam pela improvisação e podem ser mais tradicionais ou mais modernas, misturando o Bluegrass com outras influências. É impressionante a quantidade de boas bandas que existe nessa vertente, poucas vezes escutei um álbum mediano. A Yonder Mountain String Band está no meu Top 10 de bandas do estilo, desde sua criação em 1998, a formação mudou pouco, dos membros originais só o mandolinista Jeff Austin saiu da banda em 2014, o que ajuda muito em um estilo conhecido caracterizado pelas longas jams e improvisação, a sonoridade é bem variada, não se distancia muito do Bluegrass tradicional, mas novos elementos sempre estão sendo adicionados, e não existe um músico de destaque, todos tem espaço para mostrar seus talentos.

Existia uma certa expectativa para o sucessor do ótimo "Black Sheep" de 2015, que foi o primeiro álbum sem o Jeff Austin, e "Love Ain't Love" superou as expectativas até dos fãs mais hardcore da banda e, para mim, é seu melhor trabalho de estúdio. O Bluegrass progressivo ainda domina o álbum, mas existe espaço para a adição de outros estilos, "Groovin' Away" tem uma pegada Reggae bem comum nas jam bands e "Take A Chance On Me" tem uma certa dose de Funk e R&B.

Se você curte algo mais progressivo e virtuoso, o som da Yonder Mountain String Band é o que você precisa escutar.

Tecnologia do Blogger.