Escutem Proving Grounds do John Baumann


Sem dúvidas "Proving Grounds" é o álbum que mais demorei para revisar, geralmente isso acontece quando estou com dificuldades para assimilar o que escutei, mas não é esse o caso. Sempre que decido sentar para escrever algo, um álbum de algum artista mais importante é lançado, mas finalmente consegui um tempo para falar desse belo álbum.

"Proving Grounds" flerta em diversos momentos com a instrumentação do Country mais mainstream, mas isso não é um problema quando suas composições honestas e bem escritas. Eu não conhecia o John Baumann, é difícil conhecer todos os bons músicos que surgem todos os anos no Texas, mas fiquei impressionado com suas composições, ele sabe escrever faixas divertidas e sérias. "Proving Grounds" não é um álbum 100% alegre, mas também não é totalmente obscuro, ele soube balancear muito bem isso.

O álbum começa com "Here I Come", que nada mais é que sua história com a música; "The Trouble with Drinkin'" é outro petardo e me fez lembrar um pouco de Turnpike Troubadours; "Lonely in Bars" é o tipo de faixa que facilmente se tornaria um grande hit; a nostálgica "Pontiacs" encerra o álbum e é uma continuação de "Here I Am", mas aqui ele avalia como está sua vida na atualidade, aos 29 anos; e a cereja do bolo é a belíssima "Old Stone Church", que é sobre a morte do seu pai, que morreu em 2013 após batalhar contra um câncer no cérebro.

O John Baumann é mais um bom nome que surge na cena texana, não sabemos se ele irá vingar, mas isso só o tempo dirá, mas ele tem muito potencial para construir uma carreira de sucesso.

Tecnologia do Blogger.