John Prine explicar por que Johnny Cash queria reescrever a Sam Stone


"Johnny Cash era como Abraham Lincoln para mim", disse o compositor John Prine em um vídeo gravado para a Rolling Stone, onde ele fala sobre seu relacionamento com o falecido Man in Black. E Cash, afinal, foi uma das únicas pessoas para quem Prine alterou uma das suas próprias letras.

Como Prine diz, Johnny Cash estava trabalhando com o produtor Cowboy Jack Clement e queria gravar "Sam Stone", a história angustiante de um veterano de guerra drogado que apareceu pela primeira vez na estréia de Prine em 1971. A segunda metade da composição era para Prine o ápice da música: "There's a hole in daddy's arm where all the money goes / And Jesus Christ died for nothing, I suppose", e provou ser difícil para Cash, que era um homem devoto.

"Ele não se sentiu confortável em cantar essa parte", diz Prine. "Eu disse:'Bem, você sabe, é o coração da música para mim. Eu sei de onde eu estou vindo quando eu digo isso. Isso significa que não há esperança. Se um veterano voltar para casa para ser tratado assim e ninguém ajudá-lo com seu vício de drogas, então, o que é útil na vida?"

Prine permitiu que Cash fizesse um ajuste, alterando o trecho para "Daddy must have hurt a lot back then, I suppose".


"Imaginei, é Johnny Cash", diz ele. "Tudo o que sei é que ele está cantando minha música".

A versão de Cash de "Sam Stone" pode ser ouvida no LP póstumo "Live from Austin TX" de 2005, cujas trilhas foram retiradas de uma sessão de gravação de 1987.

Tecnologia do Blogger.