O dia em que o Gregg Allman atirou no próprio pé para se safar do alistamento


O Spotify lançou uma série de vídeos intitulada Draw & Recorded que conta casos que caíram no esquecimento da história da música e os traz à tona através de uma animação única, artesanal narrada através da voz de barítono de T-Bone Burnett. Algumas vezes hilárias, outras ocasionalmente trágicas mas sempre convincentes - estas histórias mostram outro lado das pessoas por trás das melodias que você ainda não conhecia.

Um dos episódios é intitulado "The Allman Brothers: Foot Shootin' Party", que conta a história do dia em que o Gregg deu um tiro no próprio pé para se safar do alistamento. 

Vocês podem assistir a animação no site do Spotify e ler o texto aqui em baixo:

A banda de Gregg Allman tinha acabado de assinar um contrato para gravar quando sua notificação de alistamento militar chegou. Quando contou ao seu irmão, Duane, ele ficou furioso. Ele disse, "Você não pode ir ao Vietnam, estamos prestes a gravar um disco." Gregg concordou.

Então os irmãos tiveram uma ideia. Eles dariam uma festa e ficariam o mais bêbado possíveis, e então dariam um tiro no pé de Gregg. Em seguida o levariam até o hospital e depois ao alistamento militar, onde ele certamente receberia um deferimento 4F.

Eles adquiriram um mapa da anatomia dos ossos do pé e Gregg calculou onde poderia atirar sem causar muitos danos. Ele decidiu que o local seria onde dois ossos se encontram, formato de V. Em seguida desenhou no seu mocassino um alvo, entre os grandes ossos. 

Eles reuniram os amigos, algumas bebidas e um revólver tamanho 38. Beberam meia garrafa de uísque e foram para a garagem. Gregg levantou seu pé e mirou no alvo em seu mocassino quando recuou o gatilho. Então ele ficou paralisado. 

Duane foi até ele e disse, "Não ouvi nenhum barulho. Droga, você vai atirar ou não? Todo mundo está aqui esperando uma festa com um tiro no pé." Duane olhou para seus irmão mais novo e disse, "Tudo bem, eu atiro." Duane pegou a pistola, só que ele estava tão bêbado que apontou para a cabeça de Gregg.

Gregg gritou, "Deixe comigo!", tomou o revólver 38, apontou para seu pé e puxou o gatilho. Labaredas saltaram da pistola sobre o corpo de Gregg. O sangue escorria do buraco em seu pé em longas listras.

O plano entrou em ação. Duane colocou o Gregg em um carro e o levou até a sala de emergência. O doutor tirou o mocassino do pé ferido, arrancando um pedaçõ da pelo de Gregg. Ele enfiou um tubo no buraco, colocou uma pomada medicinal e depois enfaixou o pé. Do hospital, os irmãos correram até o Centro de Alistamento Militar.

Gregg contou ao sargento que ele estava limpando sua arma favorita quando ela disparou. O plano de Duane deu certo. Seu irmão não iria mais ao Vietnã. 

Seis anos depois, Duane morreu em um acidente de moto em Macon, Georgia. Gregg tocou no funeral de Duane com um dos vilões do irmão. Ele tocou a canção chamada "Melissa". Enquanto Gregg cantava, ele olhou para seu pé esquerdo, onde os dois pés se encontravam em forma de V.
Tecnologia do Blogger.