Lynyrd Skynyrd processa Artimus Pyle após anuncio da cinebiografia da banda


Parece que "Street Survivors: The True Story of the Lynyrd Skynyrd Plane Crash" irá para os tribunais ao invés das salas de cinema. O guitarrista Gary Rossington, o vocalista Johnny Van Zant e os espólios de outros membros mortos no acidente de avião em 1977, estão processando o Artimus Pyle e a co-produtora Cleopatra Records. A ação foi ajuizada na última sexta-feira,16, em Manhattan.

Quando o Artimus anunciou seus planos para transformar sua história de vida em uma biografia, ele reconheceu que o Lynyrd Skynyrd não autorizou o filme, impedindo que as música da bandas fossem incorporadas no filme e mudando o título, Free Bird.

No processo, obtido pela Rolling Stone, o Lynyrd Skynyrd argumentou que Pyle "é livre para explorar sua própria história de vida pessoal" no filme, mas a autobiografia corre o risco de violar "uma ordem de consentimento de 1988" em que os membros - incluindo Pyle - concordaram em respeitar. A ordem de consentimento afirma:

Não é autorizada tal exploração dos direitos da história de vida, que pretende ser uma história da banda Lynyrd Skynyrd, em oposição à história de vida do indivíduo aplicável.

O processo também alega que Street Survivors "pode ​​conter uma representação potencialmente imprecisa ou distorcida da história do Lynyrd Skynyrd, já que será filtrada unicamente pelos olhos de Pyle, mascarando a 'história verdadeira' de um momento decisivo na história da banda".

"Nós queremos que este seja um bom filme que conte uma história muito íntima e apaixonada sobre a música e a banda e a subida e a queda que aconteceram tão de repente", disse no ano passado Pyle. "Eu quero que o filme mostre meus colegas de banda da maneira que eles eram: pessoas reais e engraçadas que amavam a música, amavam o sucesso que nos permitia viajar o mundo e tocar para reis e rainhas por todo este planeta."

Tecnologia do Blogger.