Escutem a estreia da The Magpie Salute


Para quem não conhece, a The Magpie Salute foi criada no final de 2016 pelos ex-Black Crowes Rich Robinson, Marc Ford e Sven Pipien, sendo composta também pelo John Hogg, Joe Magistro, Matt Slocum, Nico Bereciartua, Charity White, Adrien Reju e pela Katrine Ottosen.

É impossível não escutar "The Magpie Salute" e pensar em Black Crowes, Southern Rock, jams e Allman Brothers. O álbum começa com a matadora "Omission", sendo essa a única autoral e gravada em estúdio, as demais foram gravadas ao vivo. Logo de cara podemos conferir o maravilhoso trabalho do vocalista John Hogg, o cara detona todas as vezes que aparece no álbum. "Comin'  Home" me fez tremer de tanta emoção, qualquer fã de Southern Rock deve ter sentido o mesmo com os acordes iniciais da faixa. Riff, riff, riff, piano, bateria, vocal marcante, backing vocals e mais riffs, isso enlouquece qualquer um!

"What Is Home" e "Wiser Time", ambas composições da Black Browes, são as primeiras jams do álbum e mostram o nível de entrosamento da banda. Para quem é fã de longas jams, a sequência "What Is Home", "Wiser Time", "Goin' Down South", "War Drums" e "Ain't No More Cane" é de enlouquecer. É impossível não lembrar de Allman Brothers e todas as bandas que eles influenciaram ao longo das décadas. E para encerrar, o álbum termina com a maravilhosa "Time Will Tell" do Bob Marley.

As pessoas tem a mania de me xingar quando digo que o fim da Black Crowes foi o melhor acontecimento da década. Pra vocês que cometem esse tipo de injustiça comigo, escutem "The Magpie Salute" e todos os trabalhos do Chris Robinson, reconheçam que eu tenho razão.

Esse álbum foi lançado só para mostrar o grande potencial que essa banda tem, não que alguém tenha duvidado disso desde o início. Agora é esperar que eles lancem logo um álbum de inéditas.

Tecnologia do Blogger.