Escutem Triplicate do Bob Dylan


A cada novo lançamento de Bob Dylan surge a expectativa de qual será a nova fase que está nascendo. Esse álbum "Triplicate" mantem a mesma proposta de seus dois últimos trabalhos "Shadows In The Night" (2015) e "Fallen Angels" (2016), formados apenas de standards dos famosos songbooks americanos, porém com um brilho nas interpretações que nenhum dos outros conseguiram transmitir. 

É um álbum triplo, feito para ser apreciado em uma outra esfera. Eles estão divididos com 10 músicas cada um, duração que era exigido para se caber nos LPs, ou seja, é um álbum feito para se ouvir em vinil. São interpretações profundas e únicas. Bob Dylan nem ousa parecer ou fazer o que as grandes vozes americanas, como Frank Sinatra, Tony Bennet já fizeram com essas canções, nem com as releituras, que se tornaram populares nos últimos tempos como as Rod Stewart, Willie Nelson, Annie Lennox, Paul McCartney entre tantos outros. As gravações foram feitas no icônico Capitol Studio em Los Angeles com sua banda de turnê formada pelos guitarristas Charlie Sexton e Dean Parks, o baixista Tony Garnier, o baterista George Recile e no steel guitar Donnie Herron.

Mas não deve ser surpresa para ninguém Bob Dylan desbravar sua carreira nesse estilo musical, seus álbuns "Love And Theft" (2001) e "Modern Times" (2006), apesar de autorais, traziam algumas "releituras" quase plagiadas, que nos remontam aos anos 30 e 40, como no caso de "Bye And Bye" que nada mais é do que "Having Myself a Time" famosa na interpretação de Billie Holiday, ou "Beyound The Horizon", que também pode ser interpretada como "Red Sails in the Sunset", cantada por Nat King Cole, apenas com letras diferentes. 

"Triplicate", é saudosista e muito bem interpretado por Bob Dylan, mostrando que ele sabe cantar. "I Guess I'll Change My Plans", "That Old Feeling", "Trade Winds", "Braggin'", "Imagination", "The Best Is Yet To Come" e "Day in, Day Out" são as pérolas desse álbum.


Tavinho Rezende é músico e compositor, vocalista da banda Pheudal, formado em História e proprietário do Vitrola Records, uma loja de vinil especializada em Jazz, Blues e Rock.
Tecnologia do Blogger.