Escutem Tenderheart do Sam Outlaw


O Sam Outlaw é uma das estrelas em ascensão dessa "nova" onda de artistas Country que escolheram a sua veia tradicional. O nome artístico que o Sam Morgan escolheu é bem legal, mas não é isso que fez dele um sucesso. Eu não preciso explicar, basta escutar seus dois álbuns.

Eu admiro pessoas como o Sam, que trabalhou por anos para financiar seu sonho - ele era publicitário em Los Angeles - e largou tudo aos 32 anos para se dedicar a sua paixão, poucos tem essa coragem. Muitos dizem que ele carece de autenticidade, que um cara criado em Los Angeles não sabe o que é Country, que ele não deve usar um chapéu de cowboy e que ele não tem nada de Outlaw - a maioria nem sabe que esse era o sobrenome de solteira da mãe dele - mas isso não importa para mim, é difícil ser autêntico hoje em dia, poucos músicos vivem aquilo que cantam, eu ligo para o som que sai pelos meus fones de ouvido.

Acho que posso afirmar que "Tenderheart" é mais suave que "Angeleno", aclamada estréia do músico, é repleto de baladas, tem algumas pitadas de Rock - alguns fãs e críticos não gostaram disso - mas ainda é um álbum Country, muito Country. 

Com esse novo álbum, o Sam Outlaw mostrou que está buscando seu próprio som, está sendo honesto consigo mesmo. Torço para que ele continue nessa pegada, que não ligue para os fãs e críticos do Country que não curtem seu trabalho. É impossível agradar gregos e troianos.

Tecnologia do Blogger.