Christone Kingfish: O Delta se renova, o Blues se fortalece


Quando falamos em Blues é normal vir na mente uma imagem de um guitarrista negro, já com os seus fios de cabelo branco e com uma história de vida de superação. Mas essa não é a única cara do Blues. Os jovens também sabem como manter o Blues vivo e, mesmo sem ter os cabelos brancos e a experiência de vida dos velhos guitarristas, eles mostram que têm o feeling. O melhor exemplo disso é o garoto Christone "Kingfish" Ingram.

Christone nasceu em 1999 em Clarksdale, na região do delta do rio Mississippi. Aos 6 anos começou a tocar bateria, aos 9 aprendeu baixo e aos 11 descobriu a guitarra. Com 14 anos ele já tocava os três instrumentos como muitos só conseguem ao atingir a maturidade e depois disso aprendeu a cantar para acompanhar suas composições. Como todo grande músico, ele teve suas inspirações: Robert Johnson, Muddy Waters, B.B. King, Albert King e Buddy Guy são alguns dos mestres que o inspiraram a fazer música. E, com tantas boas influências, não poderia ser diferente o que viria das mãos do garoto "Kingfish".

Com menos de vinte anos, ele já tocou por todo os Estados Unidos (até mesmo na Casa Branca com a presença da ex-primeira dama Michelle Obama) e viajou para outros países para levar o seu Blues. Esperamos que a carreira dele seja longa e que um dia ele possa pisar em terras brasileiras. Vou parar de falar dele por aqui porque, mais importante do que ler sobre Kingfish, é ouvir a sua música. Apenas aperte o play:

Para conhecer mais sobre Christone Kingfish, acesse o site oficial do guitarrista.




Ricardo Sturk é redator, publicitário e músico nas horas vagas, adotou a criatividade como estilo de vida. Por isso escreve, compõe e persegue todos os dias ideias malucas e inesperadas.
Tecnologia do Blogger.