Escutem Songs of Love and Death, álbum solo do Nergal e John Porter


Em fevereiro de 2016, o Nergal, vocalista da banda de Black/Death Metal Behemoth, surpreendeu seus fãs e anunciou que iria lançar um álbum com influências do Blues, Country e Folk ao lado do produtor John Porter (BB King, Taj Mahal, Santana, John Lee Hooker, Buddy Guy, entre outros). O tempo passou, 2017 chegou e o primeiro single do projeto Me and That Man foi lançado.

"My Church Is Black" me fez ter a certeza que esse álbum seria sensacional; "Ain't Much Loving" manteve a expectativa lá nas alturas; e "Cross My Heart and Hope to Die" com sua sonoridade Westerns e uma letra que pode não agradar muitos, me fisgou em definitivo.

O álbum é muito influenciado pelos trabalhos do Nick Cave, King Dude, Johnny Cash e Leonard Cohen. A sonoridade pode ser bem diferente do que escutamos nos álbuns do Behemoth, mas muitas das composições tratam de temas bem recorrentes na discografia da banda polonesa.

As composições e a performance do Nergal e do John Porter nos vocais sãos os destaques de "Songs of Love and Death". O álbum é sombrio e extremamente simples, a parte instrumental é bem feita e creio que irá agradar boa parte dos fãs do Nergal e uma grande parcela dos fãs de Americana.

Pra mim, "Songs of Love and Death" já é um dos grandes álbuns de 2017.

Tecnologia do Blogger.