Escutem Blue & Lonesome dos Rolling Stones


No Blues é uma tradição homenagear seus ídolos regravando suas canções. Algumas bandas decidem ser fiéis e outras preferem colocar seu estilo nas regravações, eu tenho a tendência de gostar de ambas as abordagens. Em "Blue & Lonesome", os Stones fazem essa homenagem de forma respeitosa e impecável.

Essa não é a primeira vez que a banda faz isso. O primeiro single dos Stones foi "Come On"/"I Want to Be Loved", respectivamente do Chuck Berry e Willie Dixon; e "Little Red Rooster", creditada ao Willie Dixon, foi seu segundo single a alcançar o topo das paradas no Reino Unido. Mas "Blue & Lonesome" tem algo inédito: é o primeiro álbum da banda sem nenhuma faixa de autoral.

No Blues, músicas lançadas a mais de 70 anos ainda são populares, ainda parecem "frescas", tudo graças a esses tributos, eles são fundamentais para a manutenção do estilo. Quando artistas como os Rolling Stones gravam músicas do passado pouco conhecidas pelo grande público, a tendência é que um revival se inicie, que novas pessoas comecem a se interessar pelo estilo, algo que é muito bem vindo.

"Blue & Lonesome" é um dos maiores tributos feitos ao Blues. Essa é uma obra inquestionável, sem defeitos, sem pontos que geram dúvidas. Não tem destaques individuais, ele é perfeito por completo.

Tecnologia do Blogger.