20 melhores álbuns de Southern Rock de 2016


O Southern Rock nunca foi um estilo padronizado, desde o início a regra é misturar influências, principalmente Country, Blues e Rock. Tem o Southern Rock do Allman Brothers e suas jams, as guitarras inconfundíveis do Lynyrd Skynyrd, o Country da Marshall Tucker Band, o boogie da Canned Heat, o Blues Rock do ZZ Top, o Hard Rock da 38 Special e por aí vai. O Southern Rock é um estilo que nunca teve suas fronteiras bem demarcadas e que pode transitar sem problemas por diversos estilos.

Allman Brothers e Lynyrd Skynyrd sempre foram mais influentes, por isso é muito mais fácil reconhecer um som influenciado por eles. Boa parte dos álbuns que indico seguem a linha das duas bandas. Desde que criei o site, 2016 foi o melhor ano quando o assunto é álbuns de Southern Rock, conheci novas bandas e muitos gigantes do estilo lançaram álbuns de inéditas.

Sobre a lista, a ordem dos álbuns é muito pessoal, cada site organiza de uma forma. Aqui no Southern Rock Brasil costumo usar os dados do Last.fm, rede social que utilizo desde 2009 e que torna fácil a compilação de tudo aquilo que escutei durante o ano. Muitos álbuns que indiquei irão aparecer em outras listas, mas a maioria vocês não irão encontrar.

Por fim, não deixem de seguir a playlist dessa lista no Spotify.

CLIQUE NO NOME DO ÁLBUM PARA ESCUTAR


20 - SweetKiss Momma - What You've Got
19 - The Jeremiah Johnson Band - Blues Heart Attack
18 - Righteous Hillbillies - Two Wheels Down a Lost Highway
17 - Confederate Railroad - Lucky to Be Alive
16 - Kentucky Headhunters - On Safari
15 - The Steepwater Band - Shake Your Faith
14 - Johnny & The Mongrels - You Ain't Ready
13 - Nick Dittmeier & The Sawdusters - Midwest Heart/Southern Blues
11 - Blackfoot - Southern Native
21 - Rich Robinson - Flux


10 - Gov't Mule - Tel Star Sessions: Esse é um álbum que não tem como não gostar, já conhecemos bem demais o som do Gov't Mule, mas é bom demais escutar as primeiras gravações do trio Haynes, Woody e Abts, e como eles já eram perfeitos desde o início. Quase todas as músicas são conhecidas pelos fãs, mas mesmo assim a introdução de "Blind Man in the Dark" conseguiu me deixar empolgado como se fosse a primeira vez. Poucos trios foram tão influentes nos últimos anos como esse inicial do Mule, eles criaram algo único e deixaram sua marca. É uma pena o Allen Woody ter partido tão cedo, eles poderiam ter ido muito mais longe.

9 - Rossington - Take It on Faith: Em seu novo álbum, Gary e Dale expressam a sua fé em cada uma das canções, esse é o tema principal do álbum. Gary não decepciona nas guitarras, ele parece não querer se entregar a idade e a todos os problemas que surgem ao longo dos anos, ele quer fazer aquilo que ama, música. A Dale tem uma voz maravilhosa, ela deveria ter se dedicado a uma carreira solo, tenho certeza que teria lançado alguns bons trabalhos. O álbum é uma mescla de Blues, Country e Southern Rock, ou seja, é tudo que amamos.

8 - Robert Jon & The Wreck - Good Life Pie: Um riff acompanhado por um piano, isso é o suficiente para arrepiar qualquer fã de Southern Rock, foi exatamente o que aconteceu quando escutei "Rollin'", faixa de abertura do álbum. Essa é uma banda para ficar de olho, os caras estão lançando ótimos álbuns e merecem um chance.

7 - Whiskey Myers - Mud: A banda encontrou na mistura de Southern Rock e Country texano seu som ideal, que só melhorou quando encontraram o produtor certo, um tal de Dave Cobb, o cara que faz carvão virar ouro. A banda abusa na diversidade, algo que não existe em seu antecessor, e seduz o ouvinte a cada canção. E esse vocalista? O Cody Cannon parece melhorar mais a cada ano, a voz dele é poderosa e inconfundível. Em "Trailer We Call Home", que tem uma letra maravilhosa, a performance do Cody é de arrepiar.

6 - Honey Island Swamp - Demolition Day: Assim como todas as bandas que vem da Big Easy, o som da banda é uma mistura de Rock, Soul, Blues e Country de extrema qualidade, até lembra gigantes como Allman Brothers, Little Feat e The Band. O Southern Rock está presente no álbum todo, principalmente por causa das guitarras, é Southern Rock puro. A primeira faixa, "How Do You Feel", é o suficiente para qualquer fã de Southern Rock se derreter pelo som da banda, mas, felizmente, o álbum não se resume a uma faixa. "No Easy Way" começa de forma impressionante; "Head High Water Blues" tem é outra que brilha do início ao fim, com destaque, mais uma vez, para os instrumentistas da banda.

5 - The Marcus King Band - The Marcus King BandO Marcus King é um prodígio de 20 anos e tem encarado a pressão de uma forma muito madura. Em sua estreia, "Soul Insight", o músico mostrou que tinha um enorme potencial, "The Marcus King Band" confirmou todas as expectativas. Com seu novo álbum auto-intitulado, a banda foi catapultada para o primeiro escalão das Jam Bands com uma pegada Blues e Soul. Eu tentei, mas não consegui parar de pensar em Allman Brothers, Gov't Mule e Tedeschi Trucks Band, sei que ele tem outras influências, mas ele bebeu demais na fonte dessas três bandas. Vamos ficar de olho nesse cara, ele ainda vai nos dar muitas alegrias.


4 - The New Offenders - Stones to Throw: Eu estou sempre em busca da próxima grande banda de Southern Rock, elas não surgem com uma frequência muito grande, mas quando isso acontece, a qualidade é sempre alta. A nova promessa é a The New Offenders. "Stones to Throw" é um álbum 100% Southern Rock, tem todos os elementos que os fãs gostam no estilo. A influência do Black Crowes é bem aparente, mas é possível escutar muito Southern Rock clássico, aquele dos anos 1970, seja nas guitarras ou nos vocais. Fiquem de olho nessa banda.


3 - Blackberry Smoke - Like an Arrow: Eu não faço parte do grupo que não curte mudanças, gosto de bandas que arriscam. Eu estou cada dia mais impressionado com a capacidade que esses caras tem de trazer novos elementos a cada álbum. O Funk é a novidade desse álbum e aparece com tudo na ótima "Believe You Me". Alguns podem amar a banda por suas influências Country, outros por estarem ajudando a manter o Southern Rock em evidência, por fim, outros podem dar enfase nas influências do Rock clássico no som da banda, não importa sua preferência, todos os gostos são saciados em "Like an Arrow". A banda traz todas as suas influências para o álbum e, mais uma vez, mostra que não é justo limitar o som deles a um estilo.


2 - The Vegabonds - What We're Made Of: Esse álbum empolga do começo ao fim, não tem momentos de baixa. Ao longo do álbum encontramos faixas mais Country, como "Take a Ride", e outras mais Blues, como "Miss You Blues". A banda tem seus destaques individuais, o vocalista Daniel Allen e o guitarrista Richard Forehand, mas o conjunto é que impressiona e torna a banda tão promissora. "Hard Road Home" e "Blood to Roam", são bons exemplos de como esse grupo está coeso e pronto para conquistar mais espaço.  Foi bem difícil não incluir todas as faixas em minhas playlists, poucas vezes em 2016 tive dificuldades em escolher as melhores faixas.
1 - Drive-by Truckers - American Band: Antes de qualquer coisa, "American Band" não é um álbum para te deixar feliz, aqui a felicidade e o amor não tem espaço, esse é um álbum explicitamente político, uma resposta ao momento que os EUA vive. A Dive-by Truckers é uma banda sulista, o que nunca impossibilitou seus membros de criticar as atitudes ultrapassadas de alguns sulistas, eles veneram o sul, mas também fazem duras críticas. Em "American Band", a banda não instiga o ódio, eles estão preocupados e perplexos com tudo que tem acontecido. A banda não oferece respostas, ela faz perguntas certeiras que visam encorajar o debate. É esse tipo de música que precisamos, que nos faça refletir e sair um pouco da zona de conforto. Como disse o Stuart Henderson do Exclaim!, esse é "o álbum mais importante de Rock 'n' roll em 2016, também é, provavelmente, o álbum de Rock 'n' roll mais importante da última década. 'American Band' não deve ser dispensado".
Tecnologia do Blogger.