100 melhores álbuns Country de 2016


O ano de 2015 foi muito feliz para a Country Music, não foi um ano em que grandes músicos surgiram, mas foi o ano em que grandes nomes voltaram a ganhar destaque na grande mídia. Aaron Watson, Willie Nelson & Merle Haggard, Reba McEntire, Kacey Musgraves, Jason Isbell, Alan Jackson, Don Henley e Chris Stapleton, esses músicos lideraram a Billboard Country Albuns, principal chart do estilo, por 10 semanas. Mas 2016 foi muito melhor.

Das 51 semanas do ano de 2016, músicos vinculados ao Country tradicional lideraram a Billboard Country Albums por 24 semanas, são eles:  Chris Stapleton (16), Joey + Rory (4), Sturgill Simpson (1), Dolly Parton (1), Aaron Lewis (1) e, Blackberry Smoke (1). Mas as boas notícias não param por aí.

O Charlie Daniels e o Randy Travis foram adicionados ao Country Music Hall of Fame; o Chris Stapleton recebeu 11 prêmios nas diversas associações musicais dos EUA, incluindo dois Grammys; O Sturgill Simpson irá concorrer na principal na categoria do Grammy em 2017, Album of the Year; e Traveller do Chris Stapleton já vendeu 1.638.600 cópias.

Além dos bons resultados nos charts e premiações, o ano de 2016 viu o surgimento de novos tradicionalistas como Margo Price, Brent Cobb, Erik Dylan, Justin Wells, BJ Barham, Dori Freeman, Marlon Williams, Mo Pitney, William Michael Morgan, entre outros músicos que estão ganhando cada vez mais espaço na grande mídia. Ao contrário do que muitos dizem, o Country tradicional está cada dia mais forte e não parece ser algo passageiro.

Sobre a lista, a ordem dos álbuns é muito pessoal, cada site organiza de uma forma. Aqui no Southern Rock Brasil costumo usar os dados do Last.fm, rede social que utilizo desde 2009 e que torna fácil a compilação de tudo aquilo que escutei durante o ano. Muitos álbuns que indiquei irão aparecer em outras listas, mas a maioria vocês não irão encontrar. Me orgulho de cavar fundo no underground, de descobrir músicos totalmente independentes, é por isso que ainda mantenho esse site, eu preciso sempre estar atrás de algo novo e desconhecido.

Aqui no Southern Rock Brasil continuamos fiéis ao Country de qualidade e assim como fizemos em 2016, estaremos atentos a todas as novidades de 2017. Mas até que o próximo ano chegue, curtam os álbuns que mais gostei em 2016.

Por fim, não deixem de seguir a playlist dessa lista no Spotify.

CLIQUE NO NOME DO ÁLBUM PARA ESCUTAR

100 - Pole Barn Rebels - Pole Barn Rebels
99 - The High Rollers - One Too Many Marshall Tucker Songs
98 - Sawtooth Brothers - One More Flight
97 - Frank Foster - Boots on the Ground
96 - Jesse Allen - The Way Life Was Meant to Be
95 - Jesse Dayton - The Revealer
94 - Back City Woods - The Light, the Dark, The Dusk
93 - Matt Woods - How to Survive
92 - Midnight County - Southbound
91 - Shotgun Wedding - South of Somewhere
90 - Harvest Thieves - Rival
89 - Chris Altmann - Renaissance Man
88 - Tim Montana & Shrednecks - Tim Montana & Shrednecks
87 - Jeff Shepherd and the Jailhouse Poets - Jeff Shepherd and the Jailhouse Poets
86 - Jared Deck - Jared Deck
85 - Tyler Gummersall - Long Ride Home
84 - Pine Street Ramblers - Hazy Shade of Gold
83 - Al Scorch - Circle Round The Signs
82 - Union Duke - Golden Days
81 - Bill Chambers - Cold Trail
80 - Monica Rizzio - Washashore Cowgirl
79 - Robert Ellis - Robert Ellis
78 - Cody Wickline - Son of a Working Man
77 - Wayne Hancock - Slingin' Rhythm
76 - Matt Byrnes - Roll Me Home
75 - Terri Hendrix - Love You Strong
74 - Dolly Parton - Pure & Simple
73 - Wynonna - Wynonna & the Big Noise
72 - Loretta Lynn - Full Circle
71 - Aaron Vance - Shifting Gears
70 - Randy Rogers Band - Nothing Shines Like Neon
69 - Charlie Daniels - Night Hawk
68 - Irene Kelley - These Hills
67 - Jackson Taylor & the Sinners - Which Way is Up
66 - Dave Insley - Just the Way That I Am
65 - Wink Burcham - Cleveland Summer Nights
64 - Vince Gill - Down To My Last Bad Habit
63 - Daniel Meade - Let Me Off At The Bottom
62 - Confederate Railroad - Lucky to Be Alive
61 - Jesse Raub Jr. - Sittin' Here
60 - Midland - Midland
59 - Addison Johnson - I’m Just a Song
58 - The Time Jumpers - Kid Sister
57 - Mo Pitney - Behind This Guitar
56 - Levi Parham - These American Blues
55 - The Walcotts - Let the Devil Win
54 - Evan Webb and The Rural Route Ramblers - Dry Up or Drown
53 - Reckless Kelly - Sunset Motel
52 - Andy Ferrell - At Home and in Nashville
51 - Lew Card - Follow Me Down
50 - Michael Martin Murphey - High Stakes - Cowboy Songs VII
49 - Carter Sampson - Wilder Side
48 - Western Centuries - Weight of the World
47 - Courtney Marie Andrews - Honest Life
46 - Reverend Hylton - Stubborn Nail
45 - The Divorcees - From Labour to Refreshment
44 - Red Tail Ring - Fall Away Blues
43 - Nick Dittmeier and the Sawdusters - Midwest Heart/Southern Blues
42 - Kiefer Sutherland - Down in a Hole
41 - Sarah Jarosz - Undercurrent
40 - Condado Caramujo - Condado Caramujo Vol.1
39 - Case Hardin - Over Fort Worth
38 - Joey + Rory - Hymns
37 - Caleb Caudle - Carolina Ghost
36 - Marlon Williams - Marlon Williams
35 - Rodrigo Haddad - Another Day
34 - William Michael Morgan - Vinyl
33 - Doug Bruce - Unsung: A Tribute to the Songs of Buddy Bruce
32 - The Cactus Blossoms - You’re Dreaming
31 - Cody Johnson - Gotta Be Me
30 - Hayes Carll - Lovers and Leavers
29 - Zane Williams - Bringin' Country Back
28 - Dan Patterson - My Own Best Enemy
27 - Dave Cobb - Southern Family
26 - Mary Lee & the B-Side Brothers - Fighting Demons
25 - Mark Chesnutt - Tradition Lives
24 - John Prine - For Better, Or Worse
23 - Mudcrutch - 2
22 - Robbie Fulks - Upland Stories
21 - Aaron Lewis - Sinner
20 - Jack Ingram - Midnight Motel
19 - Dori Freeman - Dori Freeman
18 - Austin Lucas - Between the Moon & the Midwest
17 - The Honeycutters - On the Ropes
16 - Kelsey Waldon - I've Got a Way
16 - Amanda Shires - My Pìece of Land
15 - Erik Dylan - Heart of a Flatland Boy
14 - Justin Wells - Dawn in the Distance
13 - Brandy Clark - Big Day In A Small Town
12 - Whiskey Myers - Mud
11 - BJ Barham - Rockingham

10 - Brent Cobb - Shine On Rainy Day: A estreia do Brent Cobb na música, é sensacional. Assim como o Chris Stapleton, Brent começou compondo para artistas mais pop (Luke Bryan, Little Big Town, Eli Young Band, etc), mas seguiu a linha tradicional da Country Music. Conheci o Brent Cobb na coletânea "Southern Family" do Dave Cobb (eles são primos), onde ele cantou a belíssima "Down Home", e desde então acompanho seus passos. O Brent era mais um compositor genial subestimado em Nashville, mas que para a nossa sorte, conseguiu lançar seu trabalho. "Shine On Rainy Day" é um álbum acústico, totalmente dominado pelo violão e pelo vocal hipnotizante do Brent, uma obra maravilhosa.

9 - Lori McKenna - The Bird & the Rifle: A Lori é uma cantora e compositora veterana que alcançou o sucesso em 2015, ano em que co-escreveu o hit "Girl Crush" e levou um Grammy com a faixa em 2016. Além de ser uma excelente compositora, em "The Bird & the Rifle" pude conhecer sua bela voz, que me arrepiou em diversos momentos, principalmente nas lindas "The Bird & the Rifle" e "Humble & Kind", que alcançou o topo das paradas Country na voz do Tim McGraw. Mesmo com uma extensa discografia, a Lori nunca teve tanta atenção como agora, esse é seu melhor momento e creio que ela não irá mais ser esquecida, a Lori veio para ficar.

8 - Karen Jonas - Country Songs: Na sua estreia em 2014, a Karen Jonas impressionou os poucos que encontraram "Oklahoma Lottery" por aí, tive a sorte de ser um desses sortudos. Em 2016 com "Country Songs", a Karen não fez diferente. Não é só a maravilhosa voz dela que impressiona, a Karen tem se mostrado uma grande compositora, todas as faixas foram escritas por ela, e isso faz toda a diferença para mim. A performance dela na faixa "The Garden" é de arrepiar, a letra é impecável e o trabalho do guitarrista Tim Bray é surreal. É esse Country que precisamos, feito por pessoas apaixonadas pelo estilo, amor que é explicitado em todas as canções, em especial na faixa de abertura, "Country Songs", onde a Karen declara seu amor pelo estilo.

7 - Rob Baird - Wrong Side of the RiverPassaram-se longos quatro anos desde a primeira vez que escutei algo do Rob Baird. Em 2012, ele lançou o ótimo "I Swear It's The Truth", um dos melhores álbuns daquele ano, e uma grande expectativa foi criada. Ele demorou, mas não decepcionou. Não demorei muito para ter certeza de que "Wrong Side of the River" era um dos grandes álbuns lançados na Country Music em 2016. O Rob Baird continua um grande contador de histórias e conseguiu melhorar ainda mais a sua voz. Espero que ele não demore mais quatro anos para lançar mais músicas inéditas.

6 - Blackberry Smoke - Like an ArrowEu não faço parte do grupo que não curte mudanças, gosto de bandas que arriscam. Eu estou cada dia mais impressionado com a capacidade que esses caras tem de trazer novos elementos a cada álbum. O Funk é a novidade desse álbum e aparece com tudo na ótima "Believe You Me". Alguns podem amar a banda por suas influências Country, outros por estarem ajudando a manter o Southern Rock em evidência, por fim, outros podem dar enfase nas influências do Rock clássico no som da banda, não importa sua preferência, todos os gostos são saciados em "Like an Arrow". A banda traz todas as suas influências para o álbum e, mais uma vez, mostra que não é justo limitar o som deles a um estilo.

5 - Margo Price - Midwest Farmer's Daughter: Pode não parecer, mas essa é a estreia da Margo Price, que é bem famosa em East Nashville, a região da cidade da música que ainda vive do Country tradicional. A vida não poupou a Margo, ela teve problemas financeiros, foi enganada por empresários, perdeu um filho e viveu o drama do alcoolismo, tudo isso ajudou a moldar seu estilo de compor. Eu poderia dizer que a Margo é a grande revelação do ano, mas ela não é uma novidade e a qualidade desse álbum não me surpreendeu. Quem acompanha o underground da Country Music sabia que era questão de tempo até ela, finalmente, brilhar. Como ela disse em uma entrevista, "boa parte deste álbum sou eu (Margo) mostrando o dedo do meio para a indústria da música".

4 - Cody Jinks - I'm Not the Devil: O diferencial do Cody não é a sua voz ou a instrumentação de suas músicas, suas composições sempre foram o destaque. Jinks fala do vem vs mal, deus vs diabo, da certeza vs imprevisibilidade dolorosa e um pouco de amor. Ele é brutalmente honesto nas suas composições, não tem medo de se abrir. Li em uma entrevista que ele não pretendia que os temas do álbum fossem tão obscuros, mas aconteceu. É de caras como o Cody Jinks que a Country Music precisa, um ótimo compositor e interprete, um cara que faz o que gosta. Não precisamos de músicos fabricados pelas gravadoras, precisamos dos honestos e, para a nossa sorte, eles tem surgido com uma frequência muito boa nos últimos anos.

3 - Cody Sparks Band - Sinners and the Saved: Assim como a Flatland Country, a Cody Sparks Band é do Texas e está fazendo sua estreia na Country Music, a diferença é que essa não é uma banda tão badalada como a anterior. A influência da Turnpike Troubadours também é visível, mas percebo um pouco de Reckless Kelly e Pat Green nas músicas da banda. "Sinners and the Saved" é mais uma estreia para aplaudir de pé, mais uma que exala Country de qualidade. Ao longo dos anos escutei muitas bandas, a maioria ainda recebe pouca atenção do público Country, mas algumas conseguiram ascender e saíram do esquecimento, aposto que isso irá acontecer com a banda do Cody Sparks. Vamos ficar de olho nesses caras.

2 - Sturgill Simpson - A Sailor's Guide To Earth: É difícil imaginar o Sturgill Simpson lançando um álbum que não seja amplamente aclamado pela crítica, a cada álbum ele mostra para todos que é um dos maiores músicos da atualidade. Eu não achava que esse não seria um grande álbum, não tinha fé que ele emplacaria outro álbum impecável, me enganei por muito. "A Sailor's Guide To Earth" pode não ser o melhor álbum do Sturgill, mas é aquele que colocou ele no topo da música mundial, é o álbum que colocou ele ao lado da Adele, Beyonce, Drake e Justin Bieber no Grammy. Esse é o álbum que colocou ele no seu devido lugar, entre os grandes.

1 - Flatland Cavalry - Humble Folks: O Texas é uma fonte inesgotável de bandas Country de qualidade, eu poderia, facilmente, criar uma lista com uns 50 álbuns de músicos texanos. A Flatland Cavalry é a banda da vez, é a banda que irá liderar a cena texana no futuro. Com sua perfeita mistura de Country, Folk e Americana, a banda conquistou meu coração desde o primeiro segundo de "One I Want", mas foi a trinca "A Good Memory", "February Snow" e "Tall City Blues" que me conquistou. "Humble Folks" é o começo de uma carreira de sucesso.
Tecnologia do Blogger.