Clássicos do Blues - The Sky is Crying


Publicado originalmente no blog The Blues Never Die

"The Sky is Crying" é uma canção comovente que, não apenas retrata a chuva com uma metáfora brilhante ("o céu está chorando, olhe as lágrimas rolando rua abaixo"), mas também a usa como retrato do sentimento do cantor.

Ele está observando a chuva, se perguntando onde a mulher que ama andará e termina de forma pessimista, alegando que "tenho um mau pressentimento, acho que ela não me ama mais", mas sem concluir a história, deixando um final aberto e amargo. Para muitos fãs do Blues e apreciadores do estilo, essa música define a solidão que envolve o Blues.


O cantor não está apenas perdendo (ou imaginando perder) apenas a mulher que ama, mas sim a única pessoa que o faz se sentir bem de alguma forma, isso fica claro na segunda estrofe, quando ele diz que viu a mulher na rua e se sentiu tão bem que seu coração pulou uma batida. 

Ou seja, sabemos toda a história do relacionamento e o que irá acontecer com ele, enquanto observamos a chuva junto com Elmore James. "The Sky is Crying" é uma daquelas canções para se ouvir de joelhos. Aqui mais um caso da temática,amor, desilusão entre os clássicos do Blues.

Provavelmente, se Elmore James tivesse vivido mais, sua influência seria ainda maior. E o número de clássicos que ele gravou e compôs também. Em pouco mais de uma década, ele mudou o som do Blues, sem jamais abandonar a alma do Mississipi. É uma pena que seu nome, hoje, esteja tão distante do público casual, já que ele é venerado como merecia somente pelos fãs do gênero.


Publicado originalmente no blog The Blues Never Die
Tecnologia do Blogger.