Mississippi Delta Blues Festival anuncia suas atrações


Nos dias 24, 25 e 26 de novembro de 2016, no Largo da Estação Férrea em Caxias do Sul, ocorrerá a nona edição do Mississippi Delta Blues Festival. O festival que atualmente é considerado um dos maiores da América Latina começou em 2008, quando surgiu a ideia de promover uma confraternização entre amigos, clientes e artistas que passaram pelo Mississippi Delta Blues Bar durante o ano, e que já na sua primeira edição contou com uma atração internacional de altíssimo nível: a lenda Magic Slim.

A ideia funcionou tão bem que em 2009 sentiu-se a necessidade de que fosse repetida, e assim foi ano após ano, e o MDBF alcançou o prestígio que tem hoje em dia. A edição deste ano foi batizada de Bottle Trees Edition, pois terá como peça central da sua decoração as "árvores de garrafas", que eram bastante avistadas no Mississippi rural do século passado, e cujas origens podem ser traçadas até a África.

Inúmeras grandes atrações já estão confirmadas para a edição 2016 do festival, entre elas JP Soars and The Red Hots, Cedric Burnside Project, James "Boogaloo" Bolden, Bex Marshall, Tail Dragger, Annika Chambers, Alamo Leal, Michael Hardie, Fernando Noronha & Black Soul entre muitos outros que irão garantir a manutenção do altíssimo nível musical do Mississippi Delta Blues Festival.
A 9ª edição está distribuída em 7 Palcos:


  • Bottle Trees Stage: Palco que apresenta os headliners do festival. 
  • Magnolia Stage: A flor-símbolo do estado do Mississippi batiza este palco onde acontecem os shows das grandes vozes femininas do MDBF. 
  • Front Porch Stage: surgiu na terceira edição do MDBF (2010). A ideia era fazer um palco diferente, típico do sul dos Estados Unidos, uma homenagem aos primeiros bluesmen que moravam em shacks. Um monumento anônimo em uma cidade de imigração italiana nas montanhas do sul de um país tropical. Um dos grandes palcos do festival, o lugar que abriga as melhores performances. Bob Stroger em 2013 recebeu o público dizendo "Welcome to my house!" Roger Rugilo, produtor Argentino, disse: "Devo ter acompanhado Bob Stroger em mais de 50 shows por toda a América do Sul e não tenho dúvidas que este (a casinha) é seu cenário favorito. Também não tenho dúvidas que as pessoas ao vê-lo ali se emocionam.” 
  • Mississippi Stage: O palco do templo sagrado do Blues no Brasil apresenta lendárias jam sessions. Duos e trios inusitados também garantem os melhores improvisos do blues.
  • Folk Stage: Palco que receberá performances dos artistas dessa vertente musical bastante influenciada pelo Blues
  • 054 Stage:  Palco que apresentará  os músicos de Caxias do Sul e região, numa alusão  ao prefixo "054",  ligando a boa música feita no Rio Grande do Sul ao resto do mundo.
  • Mississippu Delta Blues Records: Os representantes do selo Mississippi Delta BR no comando do palco. 

Atividades paralelas

Várias atividades paralelas movimentam o antigo complexo ferroviário que é cenário para o festival. O projeto Blues Art Ville é um espaço direcionado aos artistas visuais com coordenação da curadora Mona Carvalho, que através da exposição de seus trabalhos, cuja temática envolva a música e o Blues, aproximam o público da arte.

Outro destaque é o palco exclusivo para a dança do MDBF. Criado em 2015, ele retorna em 2016, e receberá um grupo de bailarinos profissionais selecionados especificamente para as apresentações que tem a coordenação e idealização da bailarina Paula Giusto. Intitulado Hard Times, o projeto faz a junção da dança com o Blues e a performance cênica. Composto e ambientado em função do contexto vivido atualmente no país, abordando a temática do festival (Bottle Trees), apresentará os bailarinos dentro de uma cela de prisão, onde os movimentos do corpo estabelecem relações com os elementos que compõe o cenário. A trilha sonora será executada ao vivo e foi criada especialmente para as apresentações. Ocorrerá em duas intervenções diárias, em horários determinados.

A música folclórica celta também será representada com personalidade e irreverência com o Palco Irish, comandado pelo Bando Celta.

Além disso, são oferecidos workshops gratuitos, tour gastronômico musical, Second Hand e opções de alimentação.

Para mais informações, acessem www.mdbf.com.br.
Tecnologia do Blogger.