Escutem Folk 'n' Roll da O Bardo e O Banjo


Seguindo a ideia do primeiro "Folk 'n' Roll", o Bardo e o Banjo lança seu segundo disco tributo aos artistas que fazem parte das influências e histórias da banda. Uma viagem pelas musicas que alegraram tardes no Ibirapuera, longas viagens de kombi e shows regados a cerveja e loucuras. O disco foi gravado ao vivo, no Studio Bureau em São Paulo, com produção de Cesar Benzoni e direção artística de Wagner Creoruska Junior.

As musicas foram tiradas do repertório dos shows da banda, por 4 anos tocando incansavelmente em bares, pubs, festivais, e ruas do país a banda cansou de receber pedidos de músicas para tocar, e depois de varias versões resolveram gravar as melhores nesse segundo álbum tributo.

Entre as pérolas está a versão de "Maginificient Seven Theme", porque foi pedida em um casamento e desde então nunca saiu do repertório; "Losing My Religion", que cansou de ser dançada pela galera e "Jump" clássico do Van Halen que segundo Wagner (banjo, voz) "entrou no disco por que ouvimos a versão bluegrass cantada pelo David Lee Roth, e pensamos, cara, não parece Jump, precisamos tentar fazer melhor". Além de "Whiskey in the Jar", que homenageia o Metallica, "mas mais os bêbados que nos acompanham e cantam junto" e "Epitáfio" do Titãs que saiu mês passado em um disco tributo ao grupo (O Pulso Ainda Pulsa) e foi elogiada pelos próprio compositor da música, Sergio Britto.

Tecnologia do Blogger.