Clássicos do Blues - Catfish Blues


Um dos maiores clássicos do Blues tem uma história muito curiosa. Embora a canção seja atribuída a Robert Petway com base na sua gravação de 1941, não se pode afirmar que a sua versão seja a original e a fonte das versões posteriores. Com base no estudo de pesquisadores do Blues, especula-se que "Catfish Blues" tenha sido escrita pelo "misterioso" bluesman Tommy McClennan, porém gravada por ele com outro título, "Deep Blue Sea". Interessante ressaltar que a estrutura harmônica e melódica de "Deep Blue Sea" é exatamente igual a de "Catfish Blues". Portanto, a tese de pesquisadores sobre "Catfish Blues" nascer de "Deep Blue Sea" de McClennan parece fazer bastante sentido.

Essa tese parece ganhar ainda mais força, levando -se em conta um relevante fato envolvendo o notório bluesman Honeyboy Edwards e Robert Petway. Honeyboy, seguidor de Petway, teria em certa ocasião perguntado a Petway se ele havia escrito "Catfish Blues". A resposta foi: "Eu tocava essa música para as pessoas dançarem, ela estava na minha cabeça como muitas outras canções antigas do velho país". Em sua autobiografia, Honeyboy lembrou de um guitarrista expoente do Delta Blues, oriundo de Leland, Mississippi, Tom Toy, que era conhecido por se apresentar cantando "Catfish Blues". Curiosamente, Toy jamais a gravou. Este fato tem significativa relevância porque traz evidencia de que as origens de "Catfish Blues" podem ser ainda mais profundas e anteriores. Realmente, volvendo ao velho Delta Mississippi, há inúmeras canções similares a "Catfish Blues" que podem fornecer as respostas tanto para o seu nascimento como também para o nascimento de "Deep Blue Sea".


Outra curiosidade envolvendo "Catfish Blues" é que dela nasceram canções variantes. Por exemplo, a Famosa "Rollin' Stone" de Muddy Waters, que deu origem ao nome de uma das mais famosas bandas de Rock, foi extraída da base harmônica ,melódica e letra de "Catfish Blues". Há muitos casos semelhantes e histórias parecidas envolvendo muitas outras canções de blues.

Como o Blues é tradição, muitas canções antigas, à medida que foram sobrepujando o tempo, foram sofrendo alterações ao passo que eram interpretadas por novos cantores. A estrutura harmônica na maioria dos casos era mantida, o que comumente sofriam alterações eram as letras e o título. Assim, de uma canção poderiam nascer várias e é muito comum canções similares serem na verdade a mesma canção com algumas variantes. 

O Blues e suas muitas histórias, são relatos como os mencionados aqui que fazem do Blues um gênero musical ímpar e é esse fundo histórico que permeia a verdade por trás de muitas canções clássicas do estilo.

Publicado originalmente no blog The Blues Never Die
Tecnologia do Blogger.