Clássicos do Blues - Nobody Knows You When You're Down And Out


Publicado originalmente no blog The Blues Never Die

Um clássico que descreve uma das tristes realidades da vida: Quando as coisas vão bem não faltarão "amigos" e aquelas que supomos em épocas mais radiantes serem fidedignas amizades.

Não obstante, em face de dificuldades, de dissabores, sobretudo em épocas de reveses financeiros, todos estes a quem julgávamos como sendo as melhores pessoas a quem poderíamos conhecer, simplesmente se afastam ou absolutamente desaparecem.


É nesse clima de desilusão acerca do ser humano, em que parece que o único objetivo desse buscar associação com outros é movido por algum interesse, que Bessie Smith começa essa esplêndida canção:

"Uma vez eu vivi a vida de um milionário
Gastei todo o meu dinheiro, não me importava com nada
Levei todos meus amigos pra muita diversão
Compramos liquor clandestino, champanhe e vinho."

De fato, quando a vida parece promissora não faltarão "amigos" para dividir os bons momentos e as épocas onde tudo é riso e diversão. Em contrapartida, quando a vida se mostra amarga e os recursos financeiros são escassos, é como Bessie Smith prossegue:

"Então eu comecei a cair tão baixo
Perdi todos meus bons amigos, não tinha lugar para ir
Se eu por minhas mãos num dólar de novo
Eu vou segurá-lo até que aquela águia grite
Porque não, não, ninguém te conhece
Quando você está pra baixo e pobre
Em seu bolso, nem um centavo
E quanto aos amigos, você não tem muitos..."

"Nobody Knows You When You're Down And Out", um Blues fantástico, ressaltando uma das grandes verdades da vida, em épocas favoráveis haverão "amigos", quando elas escassearem estes supostos desaparecerão.

Há outras canções clássicas ou não no Blues que transmitem idéias semelhantes e casos típicos como o descrito aqui, os quais voltaremos a comentar em postagens futuras.

Publicado originalmente no blog The Blues Never Die
Tecnologia do Blogger.