Melhores álbuns que escutei em maio de 2016


Como faço todos os meses, vamos a mais uma lista com os melhores álbuns que escutei no último mês. Os álbuns que escuto, na maioria das vezes não foram lançados no mês que escuto, muitas vezes não consigo escutar todos os álbuns lançados no mês ou conheço o álbum bem depois dele ter sido lançado. As minhas listas sempre são compostas, em sua maioria, por lançamentos de bandas pouco conhecidas, mas sempre tento trazer alguns nomes mais conhecidos do grande público.

Siga e escute a playlist "As Melhores Músicas de 2016"


Seguindo o padrão das listas anteriores, o melhor álbum que escutei em maio foi um debut, dessa vez da banda de Southern Rock The New Offenders. O álbum "Stones to Throw" estava sendo bastante aguardado e não decepcionou os fãs do estilo. Os veteranos da Lonesome River Band lançaram "Bridging Tradition" e como é tradição da banda, não decepcionaram, pois quando o assunto é Bluegrass, poucas bandas são tão boas como essa. E para fechar o pódio, temos The Steepwater Band, outra banda de Southern Rock, mas essa não é uma novata. "Shake Your Faith" é o sexto álbum de estúdio da banda e nem preciso falar, escutem só por ser Southern Rock.

"I Stil Do" era o álbum mais esperado de maio, talvez do ano, tudo relacionado ao Eric Clapton gera grandes expectativas e na grande maioria das vezes as expectativas são atendidas, o que aconteceu para a felicidade dos milhões de fãs dessa lenda do Blues. Continuo com o estilo nascido do Delta, dessa vez com "The Chicago Way" do Toronzo Cannon, que tem uma história inspiradora e muito talento, seja como vocalista, compositor ou guitarrista. Eu já não sinto mais prazer em elogiar o trio Moreland & Arbuckle, cansei de fazer isso. Mais uma vez eles me impressionaram com seu som mais que original e fizeram de "Promised Land or Bust" um dos álbuns mais empolgantes do ano.

Eu não acompanho a maioria das bandas que gosto, é muita coisa para o pouco tempo que tenho, e por isso sou sempre surpreendido, dessa vez a surpresa veio da The Honeycutters. A banda lançou um álbum ano passado, um dos melhores do ano, então não esperava nada novo por agora, mas não reclamo por ter escutado as maravilhosas músicas cantadas pela Amanda Anne Platt em "On the Ropes". Após quatro anos sem lançamentos inéditos, a Town Mountain lançou "Southern Crescent", um álbum de Bluesgrass, mas que traz pitadas de Rock clássico e Zydeco, muito bom. "Love Wins Again" é o décimo álbum da Janiva Magness, e o primeiro que escutei dessa ótimas vocalista, mais uma para honrar a longa tradição e qualidade das mulheres no Blues. O Top 10 fica completo com "Follow Me Down" do Lew Card, álbum que aposta em uma mistura do Country com o Blues, Jazz e outros estilos.

A minha lista de destaques continua com o ótimo "The Line Between" do Grady Spencer & the Work; a estréia do supergrupo de Blues Golden State Lone Star Blues Revue; o debut da banda de Bluegrass Deer Creek Boys, "What Goes Up"; o country do irlandês Farmer Dan em "The Farmer & The Trucker"; a bela homenagem da Del McCoury Band ao Woody Guthrie;  "Just the Way That I Am" do experiente Dave Insley; "Long Nights" do guitarrista Lucky Peterson; "The Path Tonight" da lenda Graham Nash; "Gulfstream" do Roddie Romero & The Hub City All Stars; "Solid States and Loose Ends" do Steve Dawson; "F5" da Steelwind e "Openness" do Henrik Freischlader Trio.

E não posso deixar de falar dos álbuns nacionais que escutei em maio. Teve o Blues dos paranaenses da Busker Denin; o animado "Você Vai Curtir" dos cearenses da De Blues Em Quando; mais Blues com o trio catarinense Leo Maier Trio, que lançou "Guitar in My Head"; o alcoólico "Trilha Sonora Para Pessoas Rústicas" dos paranaenses da Turbö e para variar, mais Blues com "Três e meia da tarde" do paranaense Lucas Peixoto.
Tecnologia do Blogger.