Conheçam o Folk do Monoclub


Com o resgate da cultura caipira envolta na estética do mundo atual, o Monoclub traz o Folk Brasileiro em sua bagagem desde 2010. As raízes encontradas em Almir Sater e Renato Teixeira são mescladas às influências do country americano de Wilco e Willie Nelson.

Em agosto de 2015, fizeram sua primeira turnê internacional pelos Estados Unidos. A turnê iniciou em Chicago, IL, passando por Portland, OR e chegou até Seattle, WA. O Monoclub fez apresentações em casas de shows, bares e no festival Brasil Fest, que teve sua 17a edição realizada no Seattle Center para mais de 3.000 pessoas. A viagem teve duração de 10 dias com um total de 7 apresentações mais uma promessa direta de retorno ao Brasil de Jeff Tweedy, da banda Wilco, em apresentação no Marymoor Park.

Monoclub entra em estúdio  para iniciar as gravações do seu primeiro disco, chamado "Romperia", que será gravado no BTG Studio, na capital paulista. A banda também conta com dois singles lançados. "Sua Parte é o Risco" (2012), "Devolução" (2013) e o EP "Mofo Sessions" (2014) que traz a canção "Me Deixa Ver", que em setembro, estreou seu videoclipe na programação da MTV Brasil e da VH1.

Apresentaram-se em diversos festivais e shows importantes como o Demo Sul, All Folks Fest, Folk Music Brazil, SESC-SP (Vila Mariana e Piracicaba) e foram uma das principais atrações da Virada Cultural Paulista 2014 em Sorocaba e da Virada Cultural de Belo Horizonte em 2015. Em 2013 levaram para o interior o troféu do Prêmio Dynamite, na categoria Revelação.

O Monoclub traz com seus atributos inovadores canções que incitam as batidas das botas no chão, clima de paz e sentimentos aflorados, muitas vezes ansiosos por respostas existenciais, suspenses evolutivos e reflexões cotidianas.

Por toda essa movimentação, seguem como uma das principais revelações da cena independente nacional.

Tecnologia do Blogger.