Melhores álbuns que escutei em setembro e outubro


Mais dois meses se passaram e aqui estou novamente para mostrar os álbuns que mais gostei, dessa vez dos meses de julho e agosto.

Não se esqueçam de ler as matérias dos álbuns que mais gostei em janeiro/fevereiro, março/abrilmaio/junho e julho e agosto.


Altas Doses - É Tudo Tão Blues

Essa é mais uma banda de Blues do Nordeste, mais especificamente do Maranhão. A gravação não é das mais impecáveis, mas é nessas horas que conhecemos os bons sons. Se você gosta de algo com uma gravação mais amadora, pode ter certeza que os caras são bons. Sei lá se consegui explicar! 

Blüe Barrel - Southern Throwdown

Eu só esperava mais músicas pesada e de qualidade, algo que essa banda sabe fazer. Esse meu desejo foi satisfeito, mas a banda se superou ao gravar "Little Valley Song", uma música impecável! Algo que adoraria ter escutado no lixo do último álbum do Black Stone Cherry.

Braveheart - Dedicated to my Heart

Mudanças são sempre bem vindas, ainda mais quando a banda tem anos de estrada e um público fiel. Eu já tinha uma noção de como seria esse álbum, qual seria a pegada, mas o resultado superou as expectativas, principalmente pela carga sentimental que envolve esse álbum. Destaque para "Who's to Blame".

Daniel Meade - Keep Right Away

Esse é apenas o segundo álbum de estúdio do escocês Daniel Meade. O primeiro chamou a atenção do baixista do Old Crow Medicine Show, que levou o músico para gravar esse álbum. Enquanto não lançava o álbum, Meade tocou com o, até então desconhecido, Sturgill Simpson. Não sei se isso contribuiu para o lançamento desse grande álbum, mas o fato é que o Country não se limita aos EUA, o Daniel é um belo exemplo disso. Um dos meus álbuns preferidos.

Daniel Miller - East Tennessee

Esse álbum contém um dos aspectos que mais gosto na Country Music: a reverência ao seu lugar de origem. Podemos encontrar centenas de músicas que reverenciam a cidade ou estado natal de um cantor. O Daniel Miller soube fazer essa homenagem com maestria, destaque para a viciante "Three Stars".

Daryle Singletary - There's Still a Little Country Left

"Quem é Daryle Singletary?" "Um dos melhores cantores de country que eu já ouvi!", respondeu Mark Chesnut. E ele não mentiu. Ele é um desconhecido para a maioria dos fãs de Country Music, mais um grande músico que não vingou, o que não faz dele pior, pelo contrário. Esse novo álbum dele é o puro e simples Country tradicional.

Distintivo Blue - Todos os Dias Vol.1

Eu não sabia que esse álbum seria lançado, fui pego de surpresa, uma ótima surpresa. Os baianos da Distintivo Blue estão na linha de frente do Blues nacional e isso pode ser escutado em cada composição do novo álbum da banda. Destaque para "Meu amigo Blues".

Don Henley - Cass County

Você pode não conhecer o Don Henley, mas tenho certeza que já escutou a voz dele uma vez na vida, pois se você nunca escutou Hotel California, algo de errado acontece em sua vida. Cass County é o quinto álbum solo do baterista e vocalista do Eagles. É Country tradicional até o talo e repleto de participações especiais como Mick Jagger, Miranda Lambert, Martina McBride e Dolly Parton. Um álbum fundamental.

Eric Strickland - Revelate

O Eric Strickland é outro músico desconhecido, mais um que não tem a devida atenção dos fãs. Poucos fazem um Honky tonk tão bom como ele e concordo com o Trigger do Saving Country Music, ele não deve se manter no anonimato, ele merece ser mais conhecido, a Country Music precisa que caras como ele sejam mais conhecidos, pelo bem do estilo.

Facção Caipira - Homem Bom

Eu sou um dos maiores entusiastas dessa banda, não tenho medo de indicar pra ninguém. A Facção Caipira está facilmente no meu top cinco de bandas nacionais. Um dia eu os classifiquei como Blues, mas não é justo classificar eles dessa forma, isso limita o som deles, que está cada dia mais amplo e perfeito. Que as outras bandas me desculpem, mas esse é o melhor álbum nacional de 2015.

Folks - Folks

Eu admito que no início não curti o som da banda, achei muito parecido com bandas da Malhação e nunca gostei delas. Alguns meses se passaram e decidi escutar novamente e gostei. Tenho certeza que muitos irão me questionar, mas o fato é que os caras são bons e tem ótimas canções. "A Casa dos Lugares" não para de tocar aqui.

Four de Reis - Mistura Volátil

Quando inclui essa banda em uma das minhas listas, muitos criticaram o som dos caras, foram n motivos que nem parei para pensar. Eu gostei e pronto!

Jason James - Jason James

Mais Country dos bons para seus ouvidos cheios de sujeira. Ao escutar esse álbum, me senti escutando algo lançado nos anos 1960 ou 1970. A cada dia tem surgido mais artistas rebuscando o som dessa época e eu tenho me deliciado com os álbuns lançados por eles.

Limusine Carioca - Bombardeio

Meu estado natal está me orgulhando demais em 2015, nunca vi tantos bons lançamentos vindos do Rio de Janeiro. O som da banda é muito interessante, uma mistura de Rock, Blues e MPB, além de trazer letras bem divertidas.

Lucero - All a Man Should Do

Eu só conheci essa banda por causa de The Walking Dead. Em 2013, uma faixa solo do vocalista da banda apareceu em um episódio, procurei a faixa, achei o vocalista e cai na banda dele. É impressionante como a qualidade dos CDs deles não caem. É uma banda que vale a pena gastar algumas horas para escutar a discografia completa.

Mad Monkees - Mad Monkees

Eu já falei diversas vezes isso, mas nunca é demais repetir: o Ceará é uma das cenas mais prósperas do país, cansei de escutar bandas desse estado em 2015. A Mad Monkess tem a presença ilustre do bluesman Felipe Cazaux, mas se engana quem pensa que vai escutar Blues. Essa é uma banda de Stoner, mais uma que vem para melhorar a qualidade da cena do estilo.

Mike and the Moonpies - Mockingbird

Spotify, obrigado mais uma vez por me apresentar uma grande banda. A pessoa que diz que a Country Music, a real, está morta, não sabe o que está falando. Bandas de qualidade pipocam por todos os lados nos EUA, o Texas está lotado delas. Fiquem de olho nessa banda.

Mipso - Old Time Reverie

Não sei como conheci essa banda, mas ainda bem que isso aconteceu. Do início ao fim o álbum justifica seu título, uma mistura do som tradicional dos Apalaches e o folk, pura nostalgia. Escolhi quatro faixas para a playlist do Spotify, mas não tenho certeza se são as melhores, todas as músicas são muito boas.

Patty Griffin - Servant of Love

A Patty Griffin vem criando ao longo dos anos muitos servos fiéis a sua música. Você pode tentar muito, mas não irá encontrar um álbum mediano na discografia, uma das mais perfeitas da música. É difícil lago superar o "American Kind", espero que um dia isso aconteça, mas até lá vamos escutar muitos álbuns como "Servant of Love", sem pontos fracos.

Shemekia Copeland - Outskirts of Love

A Shemekia tem uma das vozes mais potentes da atualidade e veio mais Blues que nunca nesse álbum, mas sem deixar de lado uma de suas maiores marcar, o soul. Em "Drivin’ Out of Nashville" ela conseguiu colocar Blues e Country na mesma canção de forma impecável. E tem uma versão maravilhosa de "Jesus Just Left Chicago" do ZZ Top.

Steep Canyon Rangers - Radio

A Steep Canyon Rangers ganhou fama nos últimos como a banda de apoio do Steve Martin mas sua carreira é longa e muito frutífera. O álbum anterior da banda, "Tell The Ones I Love", foi extremamente elogiado e "Radio" está tendo recebendo a mesma atenção. O Bluegrass da banda sempre foi o tradicional, mas os membros da banda nunca se importaram em trazer influências do Pop e Country, algo que é visível logo na primeira faixa do álbum, "Radio". No circuito Bluegrass a Steep Canyon Rangers é conhecida a muito tempo, mas com ajuda do Steve Martin e a crescente evolução dos membros da banda, o futuro da banda é promissor.

The Damn Quails - Out of The Birdcage

Será que irei soar repetitivo se dizer que Country de qualidade existe e que você está errado ao ser pessimista? Creio que não, nunca é bom lembrar vocês. Escutem esses caras de Oklahoma.

The Delta Saints - Bones

Nem só de Country vive Nashville, tem Blues por lá também e dos bons. A qualidade da banda é impressionante, mas o que mais me espanta, é a capacidade de bandas como essa ficarem quase que no anonimato.

The Mulligan Brothers - Via Portland

Essa é uma banda que nunca teria conhecido se não fosse o Spotify. "Via Portland" é uma mistura de Folk, Country, Roots, é Americana por completo. É como sempre falo, bandas boas existem, os fãs que ficaram preguiçosos para procurar.

The Turnpike Troubadours - The Turnpike Troubadours

Esse álbum poderia ser ruim e mesmo assim estaria aqui. O ruim da Turnpike é o bom da maioria, mas esse não é o caso. A minha audição não consegue encontrar notas ruins em nada que essa banda lança, é uma das minhas preferidas e só afirmou mais isso com esse álbum.

Urban Pioneers - Vehicle in Transit

O Bluesgrass nunca fica de fora em minhas listas. E como eu tenho escutado o Bluegrass menos polido, aquele sem muita produção nas gravações, onde os álbuns são gravados quase que ao vivo. Eu gosto do Bluegrass como um todo, mas esses álbuns descompromissados me divertem mais, gosto de escutar e me lembrar da Família Buscapé e do Pernalonga. Acho que vocês me entenderam.

Vintage Trouble - 1 Hopeful Rd.

Essa banda mistura tudo o que é de bom em suas canções, Blues, Soul e Rock, criando um som bem animado e com grandes momentos. Esse não é um álbum para se escutar deitado ou sentado. Sabe aquela faxina chata que sua mãe faz aos sábados? Coloca "1 Hopeful Rd." para tocar e seus problemas estarão solucionados,

Whitney Rose - Heartbreaker of the Year

A Whitney Rose é fortemente influenciada pelo pop bom da Country Music, aquele da Peggy Lee, Patsy Cline e Dolly Parton. "Heartbreaker of the Year" é mais um álbum vindo do Canadá que encanta os fãs de Country Music mais tradicional.

Widespread Panic - Street Dogs

Uma das minhas jam bands preferidas lançou um novo álbum, e isso significa monopolizar meus ouvidos ao que ela lançou. Foi o que aconteceu. Foram longos 5 anos, mas valeu a pena esperar tanto, as minhas necessidades por novas jams da banda foram completamente supridas com "Street Dogs".

Woody Pines - Woody Pines

O som do Woody é repleto de swing e nos remete aos primórdios da Country Music. Nesse álbum tem um pouco de tudo o que é bom, Country Blues, Hillbily, Folk, Bluegrass e dozes perfeitas de Rockabilly.
Tecnologia do Blogger.