Conheçam a vocalista cearense Marília Lima


Nascida em berço musical no ano de 1985, Marília Lima, incentivada pelo pai, cantor e instrumentista, iniciou sua carreia interpretando clássicos do samba, MPB, brega e blues em bares da cidade de Fortaleza, Ceará. Em 2011, insere-se como revelação e referência feminina do blues na cidade como vocalista da banda InBlues, onde passeia pelo universo sonoro do jazz, blues, rock e soul.

Marília Lima passa a circular com uma série de shows a convite de casas noturnas especializadas no gênero e através de parceria com a Associação Casa do Blues, participando da gravação do 1º DVD da categoria, com a presença de 3.000 espectadores no Parque do Cocó em Fortaleza, obtendo repercussão nacional.

Em 2013, é convidada a participar da Jam's Session's Casa do Blues no Festival de Jazz & Blues de Guaramiranga – um dos eventos mais tradicionais e respeitados do Brasil e em 2014 obtém destaque na programação Casa do Blues Estoril ainda como integrante da banda InBlues. No decorrer do ano de 2014, desenvolve um projeto independente em formato duo, o Piano Blues Project em parceria com o tecladista e produtor Leonardo Vasconcelos, quando decide apostar no primeiro trabalho solo e autoral, intitulado "Rosa Negra".

Dentre seus processos criativos, a intérprete e compositora inspira-se em grandes divas da música universal como Dalva de Oliveira, Etta James, Maysa, Aretha Franklin, Janis Joplin, Núbia Lafayette, Ella Fitzgerald, Amy Winehouse e Nina Simone. Seu primeiro single "Rosa Negra" traz um show amadurecido que mostra outra face da cantora: além de revelar composições suas e de parceiros, conta com um time de músicos experientes, canções experimentais e regravação de clássicos em diálogo com a cultura brasileira, integrando variadas formas de expressão musical, com a inovação e a ousadia características de sua personalidade. 

Tecnologia do Blogger.