Conheçam o goiano Chal e seu Rock Rural


No timbre grave e afinado do músico, cantor e compositor goiano Chal, o estilo rock rural encontra morada e volta a ser destaque no cenário musical brasileiro. A simplicidade sertaneja e a atitude do rock são claras em suas composições e ganham os acordes do violão em um trabalho autoral, que transcende o regionalismo, mas expressa toda a realidade rural do seu estado de origem, Goiás.

Nas músicas, ele revela sua natureza e força sempre harmonizadas com o som da gaita e das cordas, tão presentes no rock. Com influência de músicos como Tião Carreiro e Pardinho, Almir Sater, Milton Nascimento, Sá e Guarabyra, Bob Dylan, Zé Ramalho, Crosby, Stills, Nash & Young, Chal é atualmente um dos expoentes do rock rural em músicas que percorrem o Brasil.

As inspirações, que reúnem a sua origem no meio rural e a paixão pelo pop rock, compõem o seu último trabalho, o "Enlace", lançado em novembro, e que irá para a estrada a partir de 2016. "Enlace" é composto por 12 faixas, dez delas autorais e duas regravações de grandes sucessos da música popular brasileira, que ganham novo arranjo e uma interpretação peculiar na voz grave de Chal.

Para o disco, regravou "O Cio da Terra", de Chico Buarque e Milton Nascimento, ao lado de Luiz Carlos Sá, da dupla Sá & Guarabyra. Ele também faz uma releitura de "Foi Tudo Culpa do Amor", sucesso com a cantora Diana, na década de 1970, uma composição a quatro mãos com Odair José.

Com 35 anos, Chal apresenta em sua música memória, afinidade e muito talento. O trabalho autoral começou em 2010, mas a paixão de Gustavo Henrique Bernardes Balduino pela música vem da infância. Toca piano desde os 10 anos de idade. Em 1996, foi tecladista de um grupo cover do Pink Floyd. Depois teve uma banda de new metal.

Em Goiás, participou da banda Humildes Humanos e tentou outras duas formações até chegar à carreira solo e adotar o estilo rock rural, que tem como precursores o trio Sá, Rodrix & Guarabyra e começou no Brasil na década de 70. Na época, já fazia suas próprias composições. "Foi nesse período que percebi que uma viola caipira bem tocada soa como blues. Apesar de escutar rock, cresci indo para a fazenda, gosto de roça", afirma.

Seu disco de estreia foi o "Aonde o Tempo é Solto", em 2014. O álbum incorpora, em suas dez faixas, elementos do country norte-americano, do tradicional folk inglês, do blues e do sertanejo de raiz, apresentando o estilo rock rural do cantor. Os arranjos também impressionam pelo modo como são colocados os instrumentos eletrônicos, como a guitarra, e os orgânicos, como o chicote, em uma miscelânea de estilos que soa interessante.

Além destes trabalhos autorais, Chal acumula experiência nos palcos. Já se apresentou em diversas cidades, além de Goiânia, sempre com repertório em português e inglês, músicas antológicas de blues, rock, country e rock rural. No último trabalho, consolida a parceria com o estúdio Toca do Bandido, do Rio de Janeiro.

Tecnologia do Blogger.