Faixa a Faixa: Blüe Barrel comenta o EP Southern Throwdown


"Southern Throwdown" é o primeiro lançamento da Blüe Barrel com a nova formação, que conta com as adições de Jonathas Peschiera (baixo) e Felipe Hervoso (guitarra) aos originais Vitor Maldonado (vocal) e Miguel Renzulli (bateria), e foi mixado e masterizado no Dalla Sound Audio Studio, em Campinas/SP.

Segue um faixa a faixa do novo EP da banda.

1 - Southern Throwdown


Foi uma das primeiras músicas de um grande grupo a ficar pronta, veio de um riff meu, o da introdução. Já escrevemos com o intuito de que ela virasse carro-chefe, é forte e positiva, pra cima, e, sobretudo, mostra bem a transição do Blüe Barrel antigo pra essa nova fase, o que explica ser também a faixa-título. Liricamente, se trata de um personagem. Um caipira típico simples, obstinado, faz o que tem que fazer e segue em frente. Eu não falo sobre mim, em suas peculiaridades. Enxerguei que essa seria a melhor abordagem para esse tipo de música. Um fato legal sobre a Southern Throwdown, experimentamos ela ao vivo pela primeira vez no Southern Metal Fest em São Paulo, em 2013, dois anos antes de ser lançada e, de todo o set, foi a música que mais incitou o público. O retorno naquele dia foi ótimo e o retorno com o lançamento oficial tem sido ainda melhor. 

2 - Any Other Road


Essa música é especial, já apresenta nossa cara nova, efetivamente. Dentro da banda, tem quem se orgulhe mais dela sobre todas as outras, passado e presente. Ela é de um clima mais denso, andamento mais lento, e mesmo em termos de letra, tem um quê solitário, com cara de balada. Meu objetivo pra ela era que tivesse pré-refrão e refrão marcantes, não apenas um dos dois. Curioso sobre essa música é que o riff principal existia há muitos meses e, a princípio, era uma ideia somente para violão, não tínhamos ideia que viria a dar no que deu, nem sequer se viraria qualquer coisa, até um amigo ouvir e dizer que aquilo tinha que ser usado. Com isso, não descartamos aquela ideia inicial dos violões ao longo do processo, mas ficamos extremamente felizes com o rumo que a faixa teve, o peso gradual que ela toma. É bastante pegajosa e versátil, agrada um público mais amplo.

3 - Little Valley's Song


A faixa mais pessoal do EP para mim. Falo do lugar onde moro há quase duas décadas, o qual amo. A composição é toda do nosso ex-baixista e meu amigo de infância, Lucas Descio, que morou nesse mesmo lugar por grande parte da vida, onde, inclusive, nos conhecemos e crescemos juntos. O resto da banda surtou quando ele mostrou as frases de violão e de cara sabíamos que seria uma balada, a balada. Na minha opinião, uma faixa dessa natureza pode valorizar ou minar um album, então fomos bastante cuidadosos com cada parte da composição e produção. Ela é o elemento de equilíbrio dentro desse trabalho, se olhado como um todo.

4 - Long Before My Time


Long Before My time é a faixa mais southern rock do EP, poeirenta, bem na veia de Blackberry Smoke ou Black Stone Cherry. Ela é bastante "cantável", com melodias que grudam na cabeça e letras mais simplórias, fazendo juízo ao instrumental em si, e sua mensagem é bem básica e positiva. Com o passar do tempo, olhando em volta e para si mesmo, eu realizei que você deve seguir seu coração e ser forte, caso contrário você envelhece muito antes da sua hora, e é exatamente disso que ela se trata. Provavelmente a faixa que mais tem feito barulho com o público, temos tido uma repercussão boa com relação a ela.

Estamos extremamente orgulhosos desse trabalho e, em verdade, já está sendo ensaiado para rodar ao vivo, o que acontece em breve.
Tecnologia do Blogger.