Conheçam os paranaenses da Turbo



Influenciados por bandas setentistas como AC/DC, Thin Lizzy, Motörhead, Rose Tattoo e KISS e inspiradados pelo ronco dos motores, o vento na cara, o cheiro de churrasco, o gosto da cerveja e a visão das belas mulheres! O som do TuRBö pode ser definido pelo timbre de guitarras amplificadas por válvulas em chamas acompanhado de letras ácidas e bem humoradas.

A banda teve seu primeiro inicio em 2008 quando o vocalista Ricardo Pigatto (Golgota, ex-Fabulous Bandits, ex-Dominus Praelii) tinha uma série de letras e riffs que não cabiam em nenhuma banda em que tocava na época e resolveu chamar amigos para coloca-las em prática. Com esse projeto na época ainda chamado de F.B.P. realizaram vários shows por todo o estado do Paraná, São Paulo e chagaram a participar de alguns festivais de renome como o Demo-Sul. Por falta de compromisso dos companheiros de banda, Pigatto resolve colocar esse projeto em hiato e se dedicar a outra banda em que tocava na época.

Já em 2013 enquanto assistiu bandas fazendo covers de suas próprias músicas em shows em Londrina, foi intimado por músicos sérios da região a retomar o projeto. Em julho do mesmo ano entra no Playrecpause Estúdio acompanhado pelo guitarrista Rafael Bueno (Black Locomotive, Homens e Maquina, Primos da Cida, etc.) ,Thiago Franzim (Sküllage Coopers) o guitarrista prodígio com apenas 15 anos, e como músico convidado o baterista Bruno "Butt" Pamplona (Imagery, The Hitz) para a gravação do primeiro EP. Logo após o fim das gravações entra na banda o baterista Netto Pavão e enquanto o EP ainda está em fase de pós produção começam as atividades nos palcos. 

A banda tem a chance de acompanhar o Nashville Pussy (USA) em tour no Brasil passando por Belo Horizonte, Londrina, Goiânia e Brasilia; dividir o palco com Velhas Virgens em sua passagem por Londrina e também tocar em varias casas de shows e festivais onde a recepção do publico ao seu som autoral impressionava tanto a banda quanto aos produtores ao ver pessoas assistindo o show pela primeira vez já cantando junto seus refrões. 

Antes do lançamento do EP os integrantes resolvem trocar o nome de Flat Black Pack (F.B.P.) para um nome mais acessível. O nome TuRBö é escolhido por continuar tendo associação a Kustom Kulture, ao mundo do motociclismo e automobilismo e também representa a energia do som e da banda no palco. 

No final de Abril de 2014 o produtor Julio Anizeli entrega a banda 4 faixas finalizadas e a banda começa a divulgação pela web. Enquanto aguardam a prensagem da versão física do EP "Manifesto Carnívoro", o TuRBö continua na estrada, realizando shows com seu repertório de próprias e incluindo, de acordo com o clima, versões de bandas que admira.

Vocês podem baixar o EP da banda pelo Grooveshark ou Soundcloud, além de acompanhar os caras pelo Facebook.

Tecnologia do Blogger.