Rodney Crowell - Tarpaper Sky (Review)


O Rodney Crowell está de volta, seis anos após o lançamento de "Sex and Gasoline", com mais um ótimo álbum, mais um sucesso de crítica em sua longa carreira. Muitos conhecem ele como o ex-marido da Rosanne Cash, mas ele é muito mais que isso. Crowell se tornou mais conhecido quando foi um dos líderes do novo movimento tradicionalista Country de meados dos anos 80, nessa época ele era, um cantor, compositor e produtor, com raízes e ambições que se estendiam muito além do perímetro do movimento. Até hoje isso pode ser percebido.

Temos a fortemente influenciada pelo zydeco, "Fever on the Bayou" e o rock vintage de "Somebody's Shadow", "Frank Please" (que começa de forma perfeita, com ele cantando "You tore through my life like a tornado looking for a trailer park") e "Jesus Talk to Mama". Tem "The Long Journey Home (For Ben)", onde a voz do cantor lembra a do Bob Dylan. "I Wouldn't Be Me Without You" lembra as baladas dos anos 50, uma das melhores que já escutei do Crowell. "The Flyboy & the Kid (For Guy)" é dedicada a seu mentor, Guy Clark.

"Tarpaper Sky" não foi uma surpresa, conheço bem a discografia dele e o álbum lançado ano passado ao lado da Emmlyou Harris, "Old Yellow Moon", deixou todos os fãs do cantor ainda mais animados.

Esse álbuns tem diversos ótimos momentos, mas ele deve ser apreciado como um todo. Você quando lê não se apega a um capítulo do livro, gosta ou não dele como um todo, então não se apegue a uma única música de "Tarpaper Sky", se apegue ao álbum todo.

Tecnologia do Blogger.