Scott H. Biram - Nothin' But Blood (Review)


Raras são as vezes que fico ansioso para escutar um álbum. Essa ansiedade nem sempre é boa, as expectativas nem sempre são atendidas e a ansiedade pode se transformar em decepção. Ainda bem que isso não aconteceu com o "Nothin' But Blood", novo álbum do Scott H. Biram.

O som do cara é uma maravilha, uma mescla de Blues e Country, Punk, Gospel e Metal, fazendo das músicas do Scott únicas. Eu sempre fui fascinado por músicos que mudam o estilo de suas canções ao longo de um álbum. Isso acontece a todo momento em "Nothin' But Blood". Em um momento você está escutando a calma "Never Comin' Home" e logo em seguida começa "Only Whiskey", que traz o punk blues, a marca do Scott. O álbum é uma loucura musical, pelo menos até o seu final, onde temos três faixas Gospel.

Não se preocupe com rótulos, isso atrapalha demais. É necessário quebrar as barreiras do preconceito para apreciar certos álbuns. Eu não gosto de punk e não acredito em boa parte do que é cantado na música Gospel, mas isso nunca foi uma limitação para mim, se fosse não iria ser um aficionado por Blues e Country, estilos tão influenciados pela música gospel.

Pegue "Nothin' But Blood", coloque para tocar e aprecie mais esse ótimo álbum do Scott H. Biram, tenho certeza que no final das 14 músicas, caso não conheça outros trabalhos dele, irá se tornar um fã.

Destaque para "Slow & Easy", "Gotta Get to Heaven", "Alcogol Blues", "Never Comin' Home", "Jack of Diamonds", "Backdoor Man", "Church Point Girls", "I'm Troubled" e "Around the Bend".

Tecnologia do Blogger.