Amy Black - This Is Home (Review)


Poucas coisas me deixam mais feliz do que conhecer um artista de qualidade. A bola da vez é a americana Amy Black que, como resumiu muito bem a American Songwriter Magazine, é "uma poderosa, autêntica, talentosa e acima de tudo uma nova alma nas fileiras de cantores/compositores rootsy". Ao longo das 14 músicas do álbum, só três não foram escritas por ela, podemos escutar todos os estilos que influenciaram a Amy Black, o Country, Blues, Folk, Gospel e Bluegrass, algo que é uma herança do álbum de estréia dela, "One Time"

O foco do álbum é a bela voz da Amy, em momento algum você escutará algum instrumento ofuscando sua performance. Tenho que elogiar as letras de "This Is Home", que são muito pessoais e reflexivas. Elas falam de temas muito comuns na vida de qualquer pessoa, morte, doenças, relacionamentos fracassados, etc. A faixa "Hello", descreve a dor e a frustração de uma filha diante de um pai cuja memória foi "varrida" pelo Alzheimer, essa faixa é a que achei mais sentimental, a mais bonita.

Destaque para "Nobody Knows You", "I'm Home", "Make Me An Angel", "Hello", "Stronger", "We Had A Life", "Still Learning How To Fly" e "Gospel Ship".

A Amy Black não está muito longe de completar 40 anos e posso dizer que ela teve um começo bem tardio, o que é uma pena, ela poderia ter feito muito mais coisas se tivesse lançado mais álbuns. Mas não dá para reclamar disso. Fiquem atentos a carreira dela daqui em diante, ela parece ter um futuro promissor.

Tecnologia do Blogger.