The White Buffalo - Shadows, Greys & Evil Ways (Review)


Uma vez li um artigo na revista Superinteressante sobre os efeitos da expectativa na vida de uma pessoa. Entre outras coisas, o artigo fala sobre a "expectativa de resposta", ou a maneira como antecipamos as nossas respostas em várias situações. Essas expectativas nos preparam – ou programam – para respostas automáticas que vão nos influenciar para conseguir o resultado que esperamos. Ou seja uma vez que antecipamos um resultado específico, nossos pensamentos e ações vão nos ajudar a realizá-lo.

E isso acontece na música, aconteceu comigo com relação a esse CD. Desde que soube do lançamento de "Shadows, Greys & Evil Ways" já tinha uma opinião formada, já tinha a certeza que seria um ótimo álbum. O trabalho poderia ser um fracasso, péssimo e de mal gosto, mas mesmo assim eu iria gostar dele. Eu sabia que seria um ótimo álbum e isso se confirmou e adoro quando isso acontece.

"De tudo que venho escutando dentro da cena atual NADA, nem ninguém soa mais autêntico, real, sentimental e profundo do que o The White Buffalo". Eu gostaria de ter escrito essa frase, mas ela é de autoria do Guilherme Espir do Macrocefalia Musical. Ele não disse nenhuma mentira, o The White Buffalo cativa seu ouvinte de uma forma impressionante e é viciante.

"Shadows, Greys & Evil Ways" centra-se na história de Joe e Jolene, dois estranhos unidos pelo acaso. As músicas falam sobre a vida de Joe, suas experiências, antes e depois do serviço militar no Iraque, até conhecer Jolene. Poucos compositores da atualidade tem o talento do Jake Smith, ele é um compositor nato e que consegue passar com perfeição o sentimento de suas canções com sua voz única.

É extremamente complicado destacar algumas faixas desse álbum, todas as faixas são boas, mas "Shall we go on", "The gateway", "Joey White", "The Whistler", "Set My Body Free", "Joe and Jolene", "Don't You Want It" e "Pray to you now", se destacam. 

Esse é um CD para confirmar o que os fãs do The White Buffalo já tem certeza a muito tempo: o Jake Smith é um dos melhores compositores da atualidade e o The White Buffalo é uma das bandas mais perfeitas que já escutei. Espero que cada dia mais pessoas conheçam o belo trabalho deles.
Tecnologia do Blogger.