North Mississippi Allstars - World Boogie Is Coming (Review)


Tenho que ser bem sincero, não gostei muito desse álbum na primeira vez que escutei, mas na segunda tudo melhorou, acho que não estava preparado para algo do nível desse álbum.

É complicado ser fã do North Mississippi Allstars, Cody e Luther Dickinson são músicos fora de série e nem sempre é fácil entender como esse tipo de músico pensa. Ao escutar "World Boogie Is Coming", percebe-se claramente que esse é o álbum em que os irmãos mais foi fundo em seu caldeirão de influências. São 17 músicas e a maioria são versões de clássicos e de faixas que influenciaram os irmãos. As faixas são de músicos como Junior Kimbrough, RL Burnside, Sleepy John Estes, Bukka White e Willie Dixon. 

A minha primeira experiência com esse álbum foi tão ruim, que nem prestei em "Meet Me in the City", uma faixa do Junior Kimbrough que amo, e nem sei como isso aconteceu, essa versão ficou ótima, um dos destaques do álbum.

Essas 17 músicas parecem fruto de uma grande jam session, uma daquelas bem luxuosas, com a participação do Robert Plant, Alvin Youngblood Hart e os filhos do RL Burnside, Duwayne e Garry. Para os fãs de jam sessions, esse é um álbum repleto de bons momentos.

Destaco "Goat Meat" (com o Robert Plant), "Boogie", "Snake Drive", "Granny, Does Your Dog Bite" e "World Boogie", mas nenhuma dessas faixas se compara a "Meet Me in the City" e "Jumper on the Line".

Conheço todos os álbuns do North Mississippi Allstars, nem todos são uma unanimidade, e por isso é muito fácil cravar: "World Boogie Is Coming" é o melhor álbum que a banda já lançou! E indagaram o Luther sobre isso: "O que você faz quando acabou de criar o seu melhor trabalho?" Ai ele respondeu: "Ei, cara, é incrível. É incrivelmente humilhante."

E só para explicar, "World Boogie Is Coming" era um jargão muito utilizado pelo pai do Luther e do Cody, o grande Jim Dickinson. Seja lá onde ele estiver, deve estar orgulhoso dos filhos.

Tecnologia do Blogger.