Raízes do Blues - W.C. Handy, o verdadeiro pai do Blues?


W.C. Handy nasceu em Florence, Alabama, 16 de novembro de 1873, filho de ex-escravos. Seu primeiro instrumento foi a corneta. Ainda adolescente Handy começou a ensinar na escola de música clássica que estudava, mas partiu para um trabalho remunerado melhor em uma fábrica. Quando completou 20 anos, organizou um quarteto para tocar na Feira Mundial de Chicago de 1893, uma reunião que atraiu outros músicos da época, entre eles o pianista Scott Joplin.

Após a feira, Handy saiu em turnê com vários grupos e ensinou música no Alabama A&M em Huntsville. Ele deixou o ensino e juntou-se ao Mahara's Minstrels em 1896 como um cornetista. Handy percorreu o país com o grupo, e rapidamente tornou-se seu líder. Em 1903, ele se mudou para Clarksdale, Mississippi, para dirigir os Colored Knights of Pythias, uma comitiva que tocava para brancos e negros. Durante uma apresentação para um público branco, foi feito um pedido para "tocar um pouco de sua própria música." Quando a banda voltou, os brancos gritaram que Handy não estava honrando o seu pedido. Durante uma pausa, três homens negros locais, com instrumentos de cordas, subiram ao palco e tocaram um Blues primitivo que trouxe uma reação apreciativa da multidão. A reação do público fez com que o bandleader reconsiderasse o repertório da banda, destacando a forte resposta de que "música primitiva" havia criado. 

Em 1903, enquanto esperava por um trem em uma estação em Tutwiler, Mississippi, Handy ouviu um músico negro tocando uma guitarra com uma faca. O homem estava cantando sobre "Where The Southern Crosses The Dog", e Handy recordou que foi a música mais estranha que eu já ouviu. O canto do homem foi respondido pelo som gritado que sua guitarra feita como a faca deslizando ao longo de suas cordas de metal.  Esse é um momento crucial na história do Blues, para muitos, o primeiro registro documentado do estilo.

Handy viveu e trabalhou em Clarksdale até 1909, quando se mudou para Memphis. Lá, ele publicou "Mr. Crump" em 1909, uma canção escrita para a campanha política de Edward Crump, então candidato a prefeito em Memphis. Em 1912, foi dada a "Mr. Crump" uma nova letra e publicada como "The Blues Memphis" (essa é uma parte da história do Blues extremamente discutida), estabelecendo firmemente o nome de Handy na indústria musical dominada pelos brancos. 

Entre 1913-1918, handy lançou muitas músicas populares, incluindo "St. Louis Blues" e "Yellow Dog Blues", em 1914, e "Beale Street Blues", em 1916. "St. Louis Blues", em particular, teve um sucesso fenomenal de vendas, ganhando reconhecimento mundial. Durante os anos 1920, já em Nova York, a Handy's Orchestra of Memphis gravou para a Paramount e Okeh, enquanto o líder da banda continuava a escrever canções de Blues. Nenhuma das composições de 1920 escritas por Handy se aproximaram das popularidade de seus trabalhos anteriores.

Auto-ungido como o "Pai do Blues" em sua autobiografia de 1941, Handy foi reconhecido durante a sua vida, por sua contribuição à música popular americana. Hoje, o W.C. Handy Award é um prêmio de prestígio reservado aos músicos de Blues. W.C. Handy morreu em 1958 em Nova York.

Nunca saberemos quem foi a primeira pessoa a escrever, cantar e tocar Blues, mas é certo que foi W.C. Handy o primeiro a levar o Blues ao mainstream, a tirar o som rural do interior e levar para o público negro e branco dos grandes centros urbanos.
Tecnologia do Blogger.