Dirty Deep - Back to the Roots (Review)


Não é a primeira vez que me impressiono com as bandas que encontro no Bandcamp, mas essa me fisgou logo na primeira faixa. A Dirty Deep, uma one man band, não sei o nome do sujeito que é a banda, lá de Strasbourg, França. "Back to the Roots" é o segundo EP da Dirty Deep e, desde os primeiros acordes, me cativou. A Dirty Deep é a primeira one man band de Blues que conheço e, até então, não sabia que era possível alguém fazer algo assim.

O álbum é composto por 12 faixas e o que escutamos é um Blues com uso excessivo da gaita, o que só torna tudo mais belo. As influências variam, Seasick Steve, John Lee Hooker, Lynyrd Skynyrd, Bob Dylan, Robert Johnson, Little Qalter, Sonny Boy Williamson II e RL Burside, e em alguns momentos são perceptíveis.

O álbum todo é muito bom, mas destaco as ótimas "A Cold Night", "Moments Of Doubt And Sorrow", "I Expect Nothing", "I Can't Do The Things That I Used To Do", "Dear Owner" e "On My Mind".

Se você ficou curioso, basta acessar dirtydeep.bandcamp.com e baixar os dois trabalhos da Dirty Deep de forma gratuita.

Tecnologia do Blogger.