Documentário The Librarian and The Banjo


Só estava procurando uma imagem bacana de banjo no Google Imagens e encontrei uma imagem desse documentário que tem tudo a ver comigo. Sou um fã do som do banjo e sou um Bibliotecário!

O documentário fala sobre a vida e o legado de Dena Epstein, uma "music librarian" (lá nos EUA uma pessoa se torna bibliotecário(a) após se graduar em uma área e depois cursa o mestrado em Biblioteconomia) que documentou que o banjo originou-se como um instrumento escravo. Seu trabalho quebrou mitos sobre as raízes da música norte-americana, e tem sido descrito como "monumental".

Começando com o diário esquecido de um abolicionista na Sociedade Histórica de Wisconsin em Madison, Dena Epstein trabalhou 25 anos para documentar que os afro-americanos produziram suas próprias músicas e instrumentos. Começando na década de 1950, ela empurrou o preconceito, que era endêmico na história acadêmica e da musicologia. Seu trabalho, publicado em meados dos anos 1970 e hoje considerado clássico, legitimou o estudo das raízes musicais "biracial" da América, e deu origem a uma nova linha de estudos nos EUA, Caribe e África.

O documentário apresenta entrevistas com Dena (como todos a chamam), acadêmicos, historiadores e músicos, incluindo a Carolina Chocolate Drops, Bela Fleck, Tony Trischka e Eric Weissberg.

O Tennessee Banjo Institute reuniu dezenas de tocadores de banjo em novembro de 1992 e tirou uma foto enorme. A Dena Epstein está na foto e é a única pessoa sem um banjo na mão. Confira a foto (ela tem cerca de 4,5 MB)

Tecnologia do Blogger.