Bourbon Boys - Shotguns, Trucks & Cattle (Review)


Logo de cara temos a bela “Beast of Bourbon”, com um vocal que me faz lembrar de uma banda que escutava demais anos atrás, mas agora não me lembro o nome. “Bowhunting Song” tem um banjo tocando frenético desde o início, elemento que para mim é o suficiente para deixar tudo melhor.

É sério, eu sei que “Cormorant Blues” e outras faixas do álbum tem uma pegada Country/Blues, mas o vocal do Par Hulkoff está sempre me remetendo a bandas de Power Metal, é algo automático e acho isso muito interessante, escutar o piano a lá Skynyrd, slides do Blues e um vocal que me remete a algo totalmente diferente, achei isso fantástico. “Country Highway” nos traz novamente o Country Rock, outra ótima faixa.
Posso estar errado, mas “Hellfire” tem uma pegada Rockabilly e é um dos destaques do álbum.

Eis que aparece “Hillbilly Heart”, com uma melodia cativante e um refrão que gruda na sua cabeça, é o destaque absoluto do álbum.

O álbum está repleto de clichês, isso pode ser ruim ou não, nesse caso não afetou em nada a minha opinião. Eu seria muito incoerente em dizer que letras que falam de bebida, bebedeiras e mulheres são chatas e já cansaram, afinal esses são temas que eu gosto de escutar nas músicas, na realidade, qual fã de Country não gosta de uma dose desse tipo de canção?

O que me incomodou foi o vocal da banda, não por ele ser ruim, mas por não ter conseguido me lembrar qual banda tem um vocal muito parecido com esse.

Escutem "Shotguns, Trucks & Cattle", vale a pena conhecer o trabalho desses suecos.

Tecnologia do Blogger.