Django Livre


A história de "Django Livre" começa em 1858, anos antes da Guerra Civil, e mostra um pouco do preconceito dos sulistas com os negros, mas esse não é o objetivo do filme. "Django Livre" é um tributo aos clássicos western spaghetti eternizados por Sergio Leone, Sergio Corbucci e outros grandes nomes do gênero, pelo menos foi assim que eu vi.

A trilha sonora é um caso a parte, nela se encontra um pouco de tudo. Logo de cara temos a música "Django", que foi criada para  filme de mesmo nome de 1966, só isso já me fez gostar do filme. E para quem é fã dos filmes western, nada melhor que escutar algumas composições do Ennio Morricone. E quem ai escutou "Ain't No Grave"?

"Django Livre" está dividindo opiniões em nosso país e no mundo. A minha opinião é a mesma do Marcelo Hessel do Omelete: "Django Livre está longe de ser um filme preciso e perfeitamente estruturado como Bastardos Inglórios, mas sua disposição de arriscar tudo na ambiciosa criação de uma mítica que faça justiça ao faroeste, o maior de todos os gêneros, compensa qualquer tiro perdido."

Sinopse

Django (Jamie Foxx) é um escravo liberto cujo passado brutal com seus antigos proprietários leva-o ao encontro do caçador de recompensas alemão Dr. King Schultz (Christoph Waltz). Schultz está em busca dos irmãos assassinos Brittle, e somente Django pode levá-lo a eles. O pouco ortodoxo Schultz compra Django com a promessa de libertá-lo quando tiver capturado os irmãos Brittle, vivos ou mortos.

Ao realizar seu plano, Schultz libera Django, embora os dois homens decidam continuar juntos. Desta vez, Schultz busca os criminosos mais perigosos do sul dos Estados Unidos com a ajuda de Django. Dotado de um notável talento de caçador, Django tem como objetivo principal encontrar e resgatar Broomhilda (Kerry Washington), sua esposa, que ele não vê desde que ela foi adquirida por outros proprietários, há muitos anos.

A busca de Django e Schultz leva-os a Calvin Candie (Leonardo DiCaprio), o dono de "Candyland", uma plantação famosa pelo treinador Ace Woody, que treina os escravos locais para a luta. Ao explorarem o local com identidades falsas, Django e Schultz chamam a atenção de Stephen (Samuel L. Jackson), o escravo de confiança de Candie. Os movimentos dos dois começam a ser traçados, e logo uma perigosa organização fecha o cerco em torno de ambos. Para Django e Schultz conseguirem escapar com Broomhilda, eles terão que escolher entre independência e solidariedade, sacrifício e sobrevivência.

Tecnologia do Blogger.