Uma Breve História do Delta Blues



É muito comum se ouvir falar no Delta Blues ou Blues do Delta, mas o que é exatamente o delta?

Na verdade não se trata de "O" delta, mas sim de "UM" delta. Um delta é um fenômeno recorrente em rios de grandes volumes que deságuam em mares em regiões de planície, isso faz com que o rio se "abra" em vários afluentes formando um triangulo e tornando a região em questão alagadiça e fértil, esse mesmo fenômeno é observado no rio Nilo no Egito.

Então, é referente a este fenômeno geográfico que é dado o nome ao gênero musical, pois ele teria nascido o delta do rio Mississipi.

O Blues nasce como musica de trabalho, cantada por escravos para manter um ritmo de trabalho, geralmente se consistia de uma fala seguida pela mesma sendo repetidas pelos demais trabalhadoras, por isso é comum se ouvir no blues frases repetidas formando uma estrofe.

Outro cenário do Blues eram as Igrejas, o Blues formou a base da musica gospel sulista, muitos dos grandes nomes do Blues vieram de bandas de igrejas ou corais. Son House, antes de entrar para o blues e ser preso, sonhava em ser pastor e o chegou a fazer.

Muito do que Delta Blues produziu se perdeu com o tempo e muito das autorias são incertas, não havia como manter um controle, talvez por isso exista tanto misticismo a respeito do blues. Primeiro que o blues sempre foi visto como algo profano, e segundo, pelo fato de não se ter muito registro, a maioria das fontes que se tem hoje se deram pelas tradições orais que obviamente priorizam as lendas, fazendo do Delta Blues um gênero musical diretamente relacionado com o sobrenatural. As historias das encruzilhadas são mais comuns que se pensa, Robert Johnson, Tommy Johnson e Howlin Wolf são só alguns dos nomes.


Outra característica do Blues do Delta é o uso do violão dobro ressonador, um violão, geralmente com corpo de aço, produzido para aumentar o som do violão, uma vez que não havia amplificadores nos bares do interior, no entanto, o mecanismo de ressonância fez com que o som do Dobro soasse mais metálico, assim, esse som virou característico do blues.

O Delta Blues teve varias faces: musica de trabalho, musica de festa, musica de igreja, mas talvez a faceta mais interessante do Delta Blues tenha sido seu uso durante a fuga dos negros sulistas para os estados do norte, antes e durante a Guerra de Secessão. A musica "Wade in the Water", gravada pelo Tedeschi Trucks Band no álbum "Everybody Talkin’" é um ótimo exemplo: a canção é uma antiga canção popular cantada nas lavouras, ela diz: "Percorra pela água". Era uma dica para os escravos de um caminho seguro para fuga.


O auge do Delta Blues foi nos anos 20, muito do que se tem gravado hoje é referente a aquela época, quando os músicos viajavam de cidade em cidade tocando em bares arrecadando alguns trocados, o que nos faz pensar na quantidade de músicos excelentes que não tiveram a oportunidade de gravar um disco, quantos Robert Johnsons, Charley Pattons e Son Houses não ficaram perdidos pela história?

Com o passar dos anos e a modernização das cidades, o Blues do Delta ficou marcado como musica de caipira. Seria revitalizado anos depois com a redescoberta de grandes nomes como Son House, que apresentou Robert Johnson ao mundo, Mississippi John Hurt entre outros. Mas a essa altura – por volta dos anos 60 – o cenário do blues já estava mudado, as guitarras já estavam elétricas assim como antigos músicos do Delta, como Muddy Waters, B.B. King e Elmore James.
Tecnologia do Blogger.