Putumayo Presents African Blues (Review)


Todos nós sabemos que o Blues nasceu no sul dos Estados Unidos e foi criado pelos negros ao longo dos anos e seu DNA é inegavelmente africano. A trajetória da música afro-americana e africana é como as metades separadas de um círculo, eles começaram no mesmo lugar, mas cresceram separados por um tempo e depois se curvaram para trás para encontrar um com o outro novamente.

Quando os africanos foram finalmente se reencontrar com o Blues criado por seus "primos" afro-americanos, eles ficaram impressionados com as semelhanças com sua própria música. A escala pentatônica e a propensão para dobrar notas para melhorar a pungência emocional de uma melodia ainda são aspectos fundamentais da música afro-americana e africana.

Em meados de 1900, quando os africanos começaram a ouvir a música feita por lendas do Blues americano, como John Lee Hooker e Muddy Waters, eles começaram a imitar os estilos que ouviram em álbuns e nas rádio. Nos últimos anos, muitos músicos americanos e europeus têm gravado e tocado com músicos da África, e várias canções desta coleção são fruto dessas colaborações interculturais.

Essa coletânea foi lançada em abril de 2012 pela Putumayo World Music e cheguei a ela por causa do meu interesse em saber um pouco mais sobre a música que toca no continente africano e por ser um fã do trabalho do sul-africano Vusi Mahlasela, que fez um dueto impecável ao lado do Warren Haynes na faixa "Soulshine" do "Live at Bonaroo".

Nem todas as canções do álbum podem ser chamadas de Blues, afinal a intenção da coletânea é mostrar canções que liguem o Blues americano com suas bases africanas e isso é feito. 

"Dhow Countries" com o lendário Taj Mahal e a Culture Musical Club De Zanzibar, "Djamakoyo" do Adama Yalomba, "Ni Koh Bedy" do Mali Latino (projeto dos músicos de Mali Madou Sidiki Diabaté e Ahmed Fofana, com o pianista britânico Alex Wilson), "Mali" do Kalaban Coura, "Groove in G" do Tinariwen e "Timba" do Munto Valdo são os destaques do álbum.

Um álbum indicado para os fãs de Blues e para aqueles que simplesmente gostam de escutar boa música, independente de sua origem.

Tecnologia do Blogger.