Hillbilly Rawhide - 10 anos de estrada


Semana passada fiz uma entrevista com o Fábio Terra do O Bando do Velho Jack e nessa semana trago para vocês uma entre com o Ricardo 'Mutant Cox' Huczok da banda paranaense Hillbilly Rawhide, que ao longo de seus 10 anos de estrada criou um som bem próprio. Nessa conversa o Ricardo deu detalhes do novo álbum da banda, da turnê pela Europa e muito mais. Vocês não podem deixar de ler.

Filipi Junio: Primeiramente, apresente aos leitores do Southern Rock Brasil a Hillbilly Rawhide, pois ainda tem muita gente, infelizmente, que não conhece o som de vocês.

Ricardo Huczok: Olá leitores do Southern Rock Brasil! Me chamo Ricardo 'Mutant Cox' Huczok, faço vocal, guitarra e violão no Hillbilly Rawhide. Banda de Curitiba, Paraná, que à 10 anos vem de certa forma criando um estilo musical próprio, misturando o lado mais 'alternativo', ou 'fora da lei' da música Country americana com várias vertentes do Rock'n'Roll desde os seus primórdios, como o Rockabilly, e a evolução desse estilo que surgiu no final dos anos 70, o Psychobilly. 

Filipi Junio: Eu gosto demais dessa mescla que vocês fazem ao cantar em português e inglês, fora as letras das músicas. A pergunta é sobre isso. De onde vem a inspiração para compor canções como Cavaleiros da Morte, Vida de Bandoleiro e Fugindo com a pacoteira?

Ricardo Huczok: O que a gente gosta e presa muito na hora de compor, é de falar algo verdadeiro, não apenas uma história inventada, mas algo que você já viveu, e realmente sabe do que está falando. Quando isso acontece a música tem muito mais força! Mas não que isso seja 'regra' com a gente, também temos algumas músicas mais 'fictícias', mas gostamos muito dessa idéia da 'música verdadeira'. No caso de "Cavaleiros da Morte", o violinista Mark Cleverson se inspirou na história do Cerco da Lapa, uma guerra antiga que aconteceu aqui no Paraná, na região dos Campos Gerais em 1894, e que não se ouve muito falar, mas foi muito pesada e abalou muito a região na época. "Vida de Bandoleiro" é de Klaus Koti (ou O Lendário Chucrobillyman), que na época do nosso primeiro álbum (2005, 2006) ainda tocava com a gente. É a história triste de um matador bandoleiro que está preso. "Fugindo com a Pacoteira" é um instrumental, que no primeiro álbum tem algumas falas nossa no começo como se fosse um bando assaltando um banco e 'fugindo com a pacoteira'!

Filipi Junio: Esse ano vocês lançaram o álbum Ao Vivo No Teatro Paiol e ele é um dos dois trabalhos brasileiros que inclui no Top 100 de 2012 do site. Como foi a repercussão do álbum?

Ricardo Huczok: Que legal! Não sabíamos! É uma honra e também já vale como fato de uma boa repercussão do disco! Que é a gravação do show de lançamento do "Lost and Found" (CD anterior), que aconteceu em Abril de 2011, no Teatro Paiol em Curitiba. Foi gravado pelo nosso amigo Virgílio Milléo, do estúdio Audio Stamp, o mesmo que gravou o EP "F.N.M", os discos de minha outra banda Sick Sick Sinners, e também está gravando o nosso novo álbum de estúdio que deve sair em Fevereiro de 2013. A repercussão entre o nosso público tem sido muito boa, desde o lançamento até hoje temos vendendo bem ele nos shows. E também recebemos bons comentários. Mas agora é hora de disco novo, de estúdio! 

Filipi Junio: Em 2013 vocês comemoram 10 anos de carreira. Vocês surgiram como uma banda que tocava em bares e agora além dos bares tocam em festivais pelo Brasil afora. Como vocês veem essa evolução?

Ricardo Huczok: Na verdade nunca tivemos essa intenção de ser uma banda só de bares, ou não. Fomos sempre tocando aonde aparecesse uma oportunidade, e desde o início sempre fomos muito 'ativos' em relação a shows. Então nesses 10 anos de estrada já tocamos em diversos tipos de lugares, desde bares menores de Rock underground, até rodeios, casamentos e grandes festivais de Rock! Mas confesso que a banda tem crescido cada vez mais em termos de público e lugares de shows. Temos feito muito mais shows 'maiores' do que na fase inicial da banda.

Filipi Junio: Fale um pouco do álbum "10 years on the road" e sobre a tour pela Europa em março do ano que vem.

Ricardo Huczok: Bom, tanto o álbum quanto a tour fazem parte da comemoração dos nossos 10 anos. Esse disco novo, que será um álbum completo de estúdio, algo que não fazemos desde o nosso primeiro, "Ramblin', Primitive and Outlaw!", traz as nossas novidades autorais, músicas como "Hillbilly Treasure", "Lost and Found", ou "Uma Cerveja, Uma Cachaça e um Remedinho", que nunca foram gravadas antes, estarão mescladas com algumas que foram registradas nos dois últimos lançamentos, (que foram gravados ao vivo, um em estúdio, outro no teatro), mas nunca de forma 'separada' no estúdio, como "Longe Sem Dinheiro" ou "Honky Tonk Lino's", que inclusive tem a participação do próprio Linos, dono do já lendário Lino's Bar, que a música homenageia. Também terá uma homenagem a amigos nosso da Califórnia da banda Smoking Revolvers, "Drunk and Stoned", e também outra de autoria de Klaus Koti, "E Agora Johnny?", além de outras novidades da banda!

E no final de Fevereiro devemos estar embarcando pra nossa primeira turnê internacional do Hillbilly Rawhide! Fato histórico pra marcar mais ainda os 10 anos de banda! Já temos a turnê quase inteira marcada, tocaremos na Alemanha, Holanda, França, Inglaterra e Áustria. Alguns dos shows serão em festivais grandes da cena mais 'Psychobilly', como o Bedlam Breakout, na Inglaterra, aonde tocaremos com The Legendary Raw Deal, The Meteors entre outros. No final da turnê também outro festival 'Psychobilly' mas na Holanda, o Psych-Out Circus, aonde seremos a banda 'after-party' do festival, que também terá nomes como King Kurt, Spellbound, Wreck Kings e Cenobites. E está sendo tudo marcado por nós mesmos, com ajuda de alguns amigos de outras turnês que já fiz pela Europa anteriormente com minhas outras bandas, Os Catalépticos, Sick Sick Sinners e os Europeus do Frantic Flintstones. 

Filipi Junio: Além da tour para comemorar os 10 anos da banda e divulgar "10 years on the road", a banda tem mais planos para 2013?

Ricardo Huczok: O plano é tocar muito e divulgar nosso novo disco! Temos vários planos pra shows, viagens e outras turnês pro ano que vem, mas é melhor só divulgar quando estiverem mais concretos! Gostaria de agradecer ao site pelo interesse e reconhecimento do nosso trabalho! Esperamos também poder estar atualizando seus leitores sempre com novidades do Hillbilly Rawhide! See ya on the road!!!

Tecnologia do Blogger.