Gary Rossington na Playing Gibson Guitar




Esta é uma matéria retirada do site da Gibson, uma tradicional marca de guitarra. Aqui esta a matéria traduzida:

Nos dias de hoje o guitarrista Gary Rossington é o único membro sobrevivente da formação original do Lynyrd Skynyrd. A banda, que a maioria das pessoas - incluindo a própria banda - achava que acabaria apos o horrível acidente de avião em 1977, que deixou a banda sem o vocalista o Ronnie Van Zant e o guitarrista Steve Gaines, vem lançando material novo desde a sua re-formação, em 1987.


Lançando seu décimo terceiro álbum "Last of a Dyin' Breed", Rossington usa uma Gibson exclusiva, sua Les Paul 1959, chamada "Berencie", mas ocasionalmente, Gary usa uma Gibson SG também.

Aqui, reunimos algumas frases de Gary sobre sua Gibson e guitarra em geral que esperamos que seja de seu interesse.

Em mntrevista para a Guitar World, Rossington falou sobre sua primeira guitarra. Isso, antes de poder comprar uma Ginson:

"Minha primeira guitarra foi uma Sear. Nos não tinhamos muitos dinheiro quando éramos jovens, então eu tive que catar umas garrafas de refrigerante e juntar dinheiro pra poder bancar uma guitarra. As guitarras da Sear vinham com um case, um amplificador e tudo. Era bem legal."

A menos de um ano, Rossington conversou com o Gibson.com, e falou ainda mais dobre sua Les Paul 1959.

"Eu sempre usei minha Les Paul 1959. Eu tenho uma Sunburst e uma preta que eu uso pra tocar slide. Eu deixo o Action um pouco alto e as cordas mais leves, por isso soa sujo. Como de costume, eu só toco as Gibson Les Paul e deixo os outros modelos para os outros caras, pra contrastar."

Gary é conhecido pelo seu excelente trabalho com slide. Ele falou com a Gibson.com sobre as diferentes afinações que usa:

"Eu amo Les Paul. A maior parte do tempo, eu uso afinação standard para slide. Antes, nos não tínhamos tempo para mudar a afinação no palco, alem disso, eu só tinha uma guitarra, então eu aprendi a tocar slide em standard. Mas eu gosto muito de tocar em afinação aberta em E. Eu usei essa bastante no CD ["Last of a Dyin' Breed"] e aberta em G também. Duane Allman gostava muito de usar afinação aberta em E e tocava muito bem, e ele foi uma grande influência para todos nos. Nos éramos só adolescentes quando fomos ver o Allman Brothers. Quando ouvi Duane pela primeira vez ele estava afinando aberto em E e eu não sabia nada do que ele estava fazendo até descobrir a afinação por mim mesmo."

Quando Gary Rossington apareceu a primeira vez com a famosa introdução em silde de "Free Bird" ele usou uma técnica nada convencional para evitar o zumbido dos trastes com o slide, técnica que ele usa até hoje, como contou para a Guitar World em entrevista:

"Eu uso a corda G, e então eu afino a B em G. Isso da um tipo de sustentação ao som. Quando nos começamos a tocar, nos velhos tempos, eu usava uma guitarra que não lembro o modelo, não era uma Les Paul. Eu não acho que ela teve um nome, era só uma guitarra e era branca...Eu tentava metalizar o som das notas, então eu desci uma chave de fenda pelo braço da guitarra para tocar "Free Bird" como um pedal-Steel ou algo assim. E depois de um tempo percebi que eu poderia tocar sem a chave de fenda. Mas soava tão legal que eu nunca desisti de fato. Essa é a historia por trás do slide de "Free Bird""

Para quem não sabe, em 2002 a Gibson lançou uma linha de guitarras assinadas por Gary. Foi a linha Les Paul Std - Gary Rossington.

A guitarra, mesmo nova, tem este aspecto de usada pois é uma replica exata da Berenice.

A Gibson ja homenageou muitos nomes do Rock 'n Roll com modelos signature, como: Angus Young (AC/DC), nomes do Southern Rock, como Warren Haynes (Allman Brothers Band e Gov't Mule) e Duane Allman e Dickey Betts (Allman Brothers Band e do Dickey Betts and the Great Southern Band.), além de grandes nomes do blues como B.B. King e Eric Clapton.

Retirado de http://www2.gibson.com/
Tecnologia do Blogger.