Bonnie Raitt - Slipstream (Review)


O nome Bonnie Raitt não é nada incomum para os fãs de Blues, ela é uma das minhas vocalistas preferidas e uma das maiores influências da Susan Tedeschi, assim como de tantas outras cantoras, além de ser uma ótima slide guitar. Ela é o que podemos chamar de blueswoman, uma voz única e aos 62 anos lança "Slipstream", seu 16° álbum de estúdio. 

Passaram-se 7 anos desde o lançamento de "Souls Alike", nesse período ela perdeu seus pais, seu irmão e sua melhor amiga. "Slipstream" não é apenas mais um álbum, é a prova que ela ainda está viva e melhor do que nunca. Ela disse uma frase que resumo o momento dela: "Eu não estou ficando mais velha, estou ficando cada vez melhor."

O que mais me encanta nas músicas da Bonnie é a sua capacidade de expressar os sentimentos tão bem, ela se entrega por completo em cada uma das canções, e isso não é só em "Slipstream", mas em toda a sua carreira. É impossível não gostar das músicas dela.

Os destaques do álbum são "Used To Rule The World" , "Right Down The Line", "Take My Love With You", "Marriage Made In Hollywood", "You Can't Fail Me Now " e "Down To You".

A Bonnie ainda fez duas ótimas versões para as faixas "Million Miles" e "Standing in the Doorway" do Bob Dylan.

A Bonnie Raitt não é uma cantora qualquer, poucos vozes femininas superam a dela e "Slipstream" nos mostra que ela ainda tem muita coisa a nos oferecer. Para mim, do pouco que escutei esse ano, o melhor álbum de Blues de 2012 e o melhor dela nos últimos anos.

Tecnologia do Blogger.