Conheça as atrações da terceira edição do All Folks Fest


Mês do cachorro louco para alguns, agosto vai ser tempo de alegria para quem é louco pelo folk rock. O festival All Folks Fest chega à sua terceira edição no dia 25 de agosto, às 21h, no Centro Cultural Rio Verde, para reafirmar o compromisso de revelar talentos e estimular a cena musical brasileira, repleta de nomes promissores ainda sem espaço para divulgar o seu valor.

A terceira edição não só amplia o número de atrações como traz também um novo espaço para as apresentações. De um lado, o palco HEY HEY My My , em uma clara referência ao músico canadense Neil Young, terá a responsabilidade de plugar e amplificar as empolgantes canções do espontâneo músico O Bardo e O Banjo; do quarteto elétrico The Outside Dog; do jovem influenciado pelo blues Pedro Pastoriz e do quinteto de rock caipira Monoclub.

De outro lado, o palco MY MY Hey Hey destaca as performances acústicas e intimistas dos talentos Gilmore Lucassen e R. Elfe.

Será uma noite de celebração a narrativas e melodias emocionantes, construídas com a força de banjos, gaitas, violões, guitarras, violinos, baixos, acordeões e baterias. Tudo isso em um espaço arborizado e convidativo, que reúne, como poucos, o espírito desbravador do campo e a ousadia da cidade.

O encontro, portanto, está marcado. Quem chegar até meia-noite irá pagar R$ 20. Depois desse horário, a entrada será de R$ 25.

Sobre as atrações


O Bardo e O Banjo é o alter ego de Wagner Creoruska Junior, músico de 28 anos que em fevereiro deste ano desplugou cabos e microfones e levou sua arte às esquinas mais movimentadas de São Paulo. Relacionar-se com o público e fazer música ao vivo é o grande trunfo de Wagner, que escolheu o folk por considerar a sonoridade limpa, clara e ilumina a alma.

A sonoridade dele é rústica, espontânea e cativante. No All Folks, o Bardo vai mostrar que domina também o palco, e a companhia dos amplificadores e do violinista Antonio de Souza vão deixar a apresentação ainda mais memorável.

Saiba mais:




O quarteto paulista The Outside Dog é formado por Pedro Gama, André Sanches, Ciro Jarjura e Matheus Rahal. O primeiro álbum, "The Outside Dog" (Leiam o review), foi lançado em 2011, demonstrando um grande apuro musical e uma recompensadora ênfase nas letras. A sonoridade Folk e rústica da banda é também inspirada na força melódica e lírica dos mestres Neil Young, Bob Dylan, Tom Petty e Bruce Springsteen. A banda compõe atualmente o seu segundo disco.

O The Outside Dog é o anfitrião do festival, pois foi criado por André Sanches e Pedro Gama.

Saiba mais:




Pedro Pastoriz não tem medo da estrada: já tocou com a banda franco-brasileira Les Reponsables, no ano da França no Brasil; viajou entre uma carona e outra por cidades da Europa e percorreu ruas de São Paulo para mostrar o blues e a simplicidades aprendidos em suas andanças. Fundou a banda Mustache & os Apaches, inspirada nas Jug Bands de New Orleans, e também participou do Lovely Hula Trio, com Bárbara Eugênia, além de aprender sobre música folclórica americana tocando com os irmãos Theo, que tocaram na 1ª edição do All Folks. Na terceira edição, Pedro diz que vai testar uma versão elétrica de suas músicas com a ajuda de uma talentosa baterista de Porto Alegre e  uma galera com a qual ele tem uma boa identificação musical.

Saiba mais: 




Não apenas country ou folk, mas caipira... legitimamente caipira do estado de São Paulo. É assim que qualquer assunto ligado ao Monoclub deveria começar, afinal estes 5 sorocabanos resgatam não só a música, mas toda uma maneira de pensar ligada à cultura do interior. Como no passado, quando bandas como Replacements e Wilco ligaram o country americano na distorção, o Monoclub mostra que a cidade e o campo podem andar muito bem juntos. A banda renova o folk, o indie e a música caipira com instrumentos como acordeon, charango, cavaco e viola caipira, trazendo influências bandas como Wilco, Zé Rodrix, Beatles e Willie Nelson.

Saiba mais:





Gilmore Lucassen é um músico brasileiro dono de uma voz singular e emocionante, sempre acompanhada de belos acordes do seu violão. Em 2010, o músico lançou o single de estreia Whatever May Be, com uma ótima recepção pela mídia e público. No ano seguinte, lançou o EP Northwest Hill e pavimentou a estrada rumo ao grandes nomes da cena folk. Já em 2012, em parceria com o músico Phillip Nutt, Gilmore fez participação no single Hot Hearted Girl, com uma música gravada especialmente para o Dia dos Namorados.

Saiba mais:




Depois de mais de 10 anos no underground carioca como cantor e compositor de uma banda de rock, R. Elfe conservou e explorou a simplicidade e criatividade de suas canções, o que tornou-se uma característica dele. A escolha pelo folk deu-se por acreditar na honestidade da música e pela possibilidade de tocar Brasil afora, recolhendo, nas viagens e com os contatos feitos, materiais que servem de inspiração pra continuar fazendo a arte dele.

Saiba mais:


Sobre o festival

Produzido por Amanda Mont’Alvão, André Sanches e Pedro Gama, o All Folks Fest nasceu em novembro de 2011 com um único pretexto: celebrar as boas bandas que tivessem o folk como ponto de partida para uma sonoridade que se desdobra em emoção. Quem foi nas edições anteriores, também realizadas no Centro Cultural Rio Verde, se admirou com o talento e o profissionalismo das bandas L’Avventura, Theo, Lestics, The Outside Dog, Phillip Nutt, Caio Corsalette & Dollar Furado, Johnny Fox e Phillip Long.

Serviço:

All Folks Fest – 3ª Edição
25 de agosto (sábado)
21h
Centro Cultural Rio Verde (Rua Belmiro Braga, 119, Vila Madalena, São Paulo)
R$ 20 até meia-noite (as entradas só serão vendidas na hora); R$ 25 após a 0h
Censura 18 anos
O estabelecimento aceita todos os cartões e possui acessibilidade para deficientes físicos

Conheça o festival http://allfolksfest.tumblr.com
Curta nossa página http://www.facebook.com/AllFolksFest
Siga-nos no Twitter www.twitter.com/allfolksfest
Fale com a gente! allfolksfest@gmail.com
Tecnologia do Blogger.