Van Zant - Van Zant (Review)


"Van Zant" é o primeiro álbum com o nome Van Zant, e o quarto da carreira de Johnny Van Zant. O álbum foi lançado em 1985, pela Geffen Records. Duas músicas deste álbum alcançaram o topo das paradas na Mainstream Rock, as faixas "I'm A Fighter" e "You've Got To Believe In Love". No entanto, essa banda não incluía Donnie Van Zant, e logo foi dissolvida.

Quem abre o disco é "Midnight Sensation" um Southern Rock com uma levada 80s, lembra aquelas bandas de Hard Rock/AOR, algo mais nesse estilo. "She's Out With A Gun" o nome até parece um clássico Country, que vem algo bem Southern Rock, sonoplastia com tiros ou pneus de uma Harley-Davidson queimando asfalto, mas não é nada disso, é apenas mais uma música que também lembra muito o estilo das bandas AOR. Já "I'm A Fighter" depois da introdução esquisita, entra um riff mais legal de se ouvir, é uma das melhores músicas do álbum, guitarras bem mais expressivas.

O AOR continua em "You've Got To Believe In Love", não é uma balada, mas é uma música que lembra muito aqueles filmes antigos, da era Rocky Balboa, até que têm um solo nervosinho. "Two Strangers" é mais uma música com cara de Hard Rock/AOR, agradável de se ouvir, ótima para relaxar e relembrar o passado. A faixa "2+2" logo no primeiro segundo de música quase nos faz pensar em "Kickstart My Heart" do Mötley Crüe, mas nada a ver. É mais uma música com aqueles sons de teclados usados pelas bandas Hard Rock/AOR, mas não deixando de ser uma boa música.

Apesar do título parecer nome de Power Metal, "Heart To The Flame" não é nada disso, continua com a mesma pegada do começo, ou seja, bem AOR. A bela "Does A Fool Ever Learn" eu considero a melhor do álbum. Não que ela seja um clássico de se ouvir, mas é um pouco mais empolgante do que as demais, tendo um solo bem legal. Na sequência vem "Right On Time" mantém o padrão AOR, é outra música que lembra trilha sonora de filmes antigos, não tão antigos, filmes da época em que foi gravado o disco. Pra finalizar, "Lonely Girls" nada de diferente, continua na mesma linhagem musical das outras canções que compõe o álbum, levada bem AOR.

Comparado com os álbuns futuros, este, é mais AOR, é bem a fase solo do Johnny Van Zant com a Johnny Van Zant Band, e o diferencial é que Donnie ainda não fazia parte do line-up. E é isso, pra quem gosta de Southern Rock com pitadas de Hard Rock/AOR (Assim como eu!), eu recomendo sem medo, é um ótimo disco neste gênero citado.

Créditos: @AugustoMTRs

Tecnologia do Blogger.