Alabama Shakes - Boys & Girls (Review)


Alabama Shakes, essa é a banda que fez o meu ano ficar um pouco melhor. Conheci a banda graças a newsletter que recebi do JamBase no inicio de abril. Bastaram apenas 38 minutos, duração do CD, para tirar uma conclusão: PERFEITO.

"Boys & Girls" marca a estréia da banda e não é uma estréia que passou despercebida, esse debut causou furor. O álbum foi lançado no dia 9 de abril e alcançou a 16° colocação na Billboard 200, a 3° na UK Albums Chart. Blues Rock, Soul, Classic Rock, não importa, é bom demais.

Não existem pontos fracos nesse álbum, na verdade tem um sim, ele é muito curto! Tudo começa com "Hold On", primeiro single do álbum e logo de cara você já tem uma idéia do que vai ser o álbum: uma banda com uma energia impressionante e um vocal que te prende e te força a ouvir diversas vezes o álbum. Brittany Howard tem um vocal maravilhoso, fora que ela é muito carismática.


Muito das ótimas criticas que a banda tem recebido por causa do vocal da Brittany Howard, que é muito influenciado pelo Otis Redding, Janis Joplin e até pela Amy Winehouse, basta ouvir a faixa "I Found You" ou "Rise to the Sun", que você se imaginará ouvindo a Amy.

Eis que surge "Hang Loose" e se você chegou a essa faixa cético, tenho certeza que ao ouvir o riff e a performance, mais uma vez, perfeita da Brittany, sua opinião irá mudar. Não tem como ouvir "You Ain't Alone" e não se lembrar do grande Otis Reading, fora que a performance do Heath Fogg na guitarra é magnífica.

"Goin' to the Party" é curtinha, mas é o suficiente para tocar o coração do ouvinte, acho que é proposital, pois o que vem a seguir é lindo. "Heartbreaker" começa com um piano, ai aparece uma bateria e cresce para uma música a lá Janis Joplin.

A o álbum é completado por mais quatro faixas: "Boys & Girls", "Be Mine", "I Ain't the Same", "On Your Way" e a bonus "Heavy Chevy". É chover no molhado falar delas, pois todas são maravilhosas.

Assisti alguns vídeos da banda ao vivo e pasmem, as músicas soam melhor ao vivo, elas foram feitas para serem tocadas ao vivo. "Os Shakes são novatos no estúdio, e eles soam quase reservados aqui em comparação com suas performances ao vivo. Assim, "Boys & Girls" não é a melhor maneira de experimentar o Alabama Shakes. Mas é um pedaço de uma introdução." (Chicago Tribune).

Li alguns reviews, mas nenhuma frase me impressionou mais que a do site HitFix:

"Howard é o principal motivo dos formadores de opinião terem caído com todo esse louvor sobre o grupo de Athens, no Alabama, mas não o único: o apelo da banda é que o Alabama Shakes são tão claramente o antídoto para o que está dominando a música pop nos dias de hoje. Não há princesas de plástico com cabelo rosa ou azul."

A banda formada por Brittany Howard (vocais e guitarra), Heath Fogg (guitarra), Zac Cockrell (baixo) e Steve Johnson (bateria), ainda tem muito a mostrar e tenho certeza que outros álbuns como esse serão lançados.

Falar não vai adiantar nada, vocês tem que ouvir esse petardo, que já assumiu o topo da minha lista de melhores do ano.

Tecnologia do Blogger.