Blackfoot - Tomcattin' (Review)



"Tomcattin'" é o quarto álbum de estúdio da Blackfoot, lançado em 1980, pela Atco Records. É mais um álbum produzido por Al Nalli. O álbum não alcançou o mesmo sucesso comercial de "Strikes", mas foi o suficiente para agradar os fãs, que ficavam cada vez mais fieis e fanáticos pelo som da banda, e com isso, resultando em shows super lotados. A Allmusic deu merecidas 4 estrelas. A turnê do álbum rendeu um ótimo show ao lado da banda britânica UFO.

Review faixa a faixa:

1 - "Warped" - O álbum já abre com uma porrada na orelha, um Southern Rock com um peso bem elevado de Hard Rock. Riff's velozes e precisos, seguidos de solos nervosos.

2 - "On The Run" - A segunda faixa também é aquele tipo de Southern Rock com riff's carregados de Hard Rock. O dueto na hora dos solos continua sendo um show à parte.

3 - "Dream On" - Mais uma música com uma levada bem Hard Rock. Riff's com ótimos clichês de Blues Rock, solos técnicos cheios de feeling. Sem esquecer dos backing vocals, que realçaram ainda mais o vocal do Medlocke. 

4 - "Street Fighter" - Sim, é mais uma música com uma pegada Hard Rock. Riff's vigorosos e solos matadores!

5 - "Gimme, Gimme, Gimme" - Cacetada na orelha. Southern Rock de primeiríssima qualidade com boas doses de Hard Rock. Um dos grandes clássicos da banda.

6 - "Every Man Should Know (Queenie)" - Depois de uma introdução perfeita, é óbvio que seria uma música perfeita. Mais uma música que nada pela essência Hard Rock. Riff's com energia que alternam com dedilhados melódicos. Lembra muito o estilo de música da carreira solo do Johnny Van Zant, mas sem o AOR.

7 - "In The Night" - O comecinho da introdução da bateria quase nos faz lembrar de "D'yer Mak'er" do  Led Zeppelin, mas depois não tem nada a ver. É mais uma música Southern Rock com boas levadas de Hard Rock. Riff's criativos, clichês nervosos e muita técnica das 6 cordas. O solo exala o mais puro feeling!  

8 - "Reckless Abandoner" - Essa música também contém uma pegada bem dentro do Hard Rock. Parece ser uma canção ao vivo, só não sabemos se é sonoplastia, ou se foi gravada mesmo ao vivo, acredito em sonoplastia. Uma ótima música!

9 - "Spendin' Cabbage" - É um Southern Rock puro, com boas doses de Blues Rock. Slide comendo solto, feeling e muito boogie. Fico arrepiado e extasiado quando ouço essa música! 

10 - "Fox Chase" - A introdução é uma narração e um solo de gaita feita pelo Shorty Medlocke, avô de Rickey. Em seguida, riff's com muita testosterona, solos matadores, uma levada Southern Rock com muito peso e swing. Uma das melhores músicas do álbum, na minha opinião.

A Blackfoot não hesitou em transparecer suas influências pesadas nos riff's deste álbum, nada de canções mela-cuecas, daquelas voltadas a conquistar espaços nas rádios locais. É o tipo de som não vendido, meio que: "kiss our asses if you don't like us", e isso com certeza assustou, assim como também agradou os verdadeiros fãs da boa música. Acredito que a Molly Hatchet tenha tirado algum proveito de "Gimme, Gimme, Gimme", é bem aquilo apresentado nos álbuns futuros. Pois bem, esse é considerado um dos melhores álbuns da Blackfoot, contendo tudo aquilo que queríamos ouvir de uma banda com um potencial elevado pra fazer Southern Rock da melhor qualidade!

Créditos: @AugustoMTRs
Tecnologia do Blogger.