Blackfoot - Flyin' High (Review)


"Flyin' High" é o segundo álbum de estúdio da Blackfoot, lançado em 1976, pela Epic Records. O álbum também foi produzido por Jimmy Johnson e David Hood. Inacreditavelmente, o álbum não conseguiu boas vendagens. Devido isso, a banda acabou sendo demitida pela gravadora.

Review faixa a faixa:

1 - "Feelin' Good" - O disco já abre com um puro Southern Rock. Aposto que a Molly Hatchet ouviu muito essa música!

2 - "Flyin' High" - A faixa-título também possui uma levada bem Southern Rock, viva e com muita energia e pegada. A Blackfoot estava realmente voando alto!

3 - "Try a Little Harder" - Essa música é bem mais suave. Melodia super agradável. Tipo de música para ficarmos bem extasiados!

4 - "Stranger on the Road" - Riff's com muita energia e vigor, um Southern Rock de primeira qualidade. Música pra pegar uma auto-estrada!

5 - "Save Your Time" - É uma música com uma levada mais cadenciada, ótima por sinal. Um solo matador com muita técnica e muito feeling.

6 - "Dancin' Man" - Um Southern Rock com aquela pegada bem pro lado do Hard Rock. Música pra ninguém ficar parado, riff's precisos e ótimos solos. A voz do Rickey Medlocke é o ingrediente maior.

7 - "Island of Life" - Mais uma ótima música. Riff's criativos, solos nervosos e uma levada suave e agressiva ao mesmo tempo.

8 - "Junkie's Dream" - Um puro Southern Rock, com uma levada cadenciada que mergulha em riff's cheios de energia e vigor. A letra da música está bem "That Smell" da Lynyrd Skynyrd, com uma temática anti-droga.

9 - "Madness" - A introdução é feita pelo talentoso Jakson Spires, takes nervosos. Outra porrada na orelha bem Southern Rock, com ótimos riff's e solos. O refrão nos prova o quão é suave a voz do Rickey Medlocke.

10 - "Mother" - A última música é um típica baladinha Southern Rock, com boas pitadas de country. Uma ótima música, perfeita pra encerrar o álbum!

Não consigo ver nada de errado neste álbum, e nem entender como ele não emplacou. É Southern Rock puro, tocado por uma banda que estava mesmo voando alto. O som é vivo com aquela pegada de uma banda de garagem exalando energia e querendo o seu merecido espaço. O baterista Jakson Spires é um maestro, e a voz de Rickey Medlocke é perfeita, preenche todo e qualquer espaço nas músicas. Jamais poderemos dizer que é um péssimo álbum, as canções apenas foram subestimadas. Se é Southern Rock que você procura, este é um ótimo álbum para saciar o seu desejo!

Créditos: @AugustoMTRs
Tecnologia do Blogger.