The Charlie Daniels Band - Biografia




Charlie Daniels é um cantor, guitarrista e violinista, que começou a escrever e tocar em 1950, quando ainda era um adolescente. Em 1964, Daniels co-escreveu "It Hurts Me" (uma canção que Elvis Presley gravou) com Joy Byers. Ele trabalhou como músico em Nashville, para o produtor Bob Johnston na CBS Records, tocou baixo em três álbuns de Bob Dylan em 1969 e 1970, e em gravações de Leonard Cohen. Ele produziu o álbum da banda Youngbloods, "Elephant Mountain" em 1969 e tocou violino em "Darkness Darkness". Nesse período, Daniels também fez participações em álbuns de outros astros como, Ringo Starr e Marty Robbins.

Daniels gravou seu primeiro álbum solo, "Charlie Daniels", em 1971. Assim surge a Charlie Daniels Band, que mais tarde se tornaria um dos ícones do Southern Rock.

Em 1972 sai "John, Grease and Wolfman", seu segundo álbum, mas o successo começa a bater na porta da Charlie Daniels Band em 1973 com o lançamento de "Honey in the Rock", que contém o hit "Uneasy Rider", que alcançou a 9° colocação na Billboard Hot 100.

Durante esse período, Daniels tocou violino nos primeiros álbuns do Marshall Tucker Band: "A New Life", "Where We All Belong", "Searchin' For a Rainbow", "Long Hard Ride" e "Carolina Dreams".

Em 1974, o CDB (abreviação de Charlie Daniels Band), lança “Way Down Yonder”, que seria reeditado em 1977 pela Epic Records como “Whiskey”. Destaque para os três singles do álbum, "Whiskey", "Way Down Yonder" e "Land of Opportunity".

Ainda em 1974 o CDB lança “Fire On The Mountain” (curiosamente o Marshall Tucker Band lança no mesmo ano o álbum Searchin' for a Rainbow”, que contém a faixa “Fire On The Mountain”). As faixas "The South's Gonna Do It" (29° colocação na Billboard Hot 100) (Faixa que se tornou um dos hinos do Southern Rock) e "Long Haired Country Boy" (56° colocação na Billboard Hot 100) são os destaques. O álbum foi certificado com disco de platina.

O ano de 1974 foi, sem dúvida, um ano bem agitado. Daniels inicia um de seus maiores legados, a Volunteer Jam, uma série de shows que desde então acontece nos arredores de Nashville. Nessa primeira edição ele contou com Allman Brothers, Marshall Tucker, entre outras bandas.

Nightrider é lançado em 1975, as faixas "Damn Good Cowboy" e "Texas" são os destaques. Ainda nesse ano acontece a segunda Volunteer Jam, resultando em “Volunteer Jam”.

Em 1976, Saddle Tramp (álbum certificado com disco de ouro), contendo as faixas "Wichita Jail" e "Sweet Louisiana", é lançado. Nesse ano o CDB se junta a campanha de Jimmy Carter.

Em 1977 dois álbuns são lançados,High Lonesome, que contém o single “Billy The Kid”, e “Midnight Wind”, que é certificado com disco de ouro. Em 1978, “Volunteer Jam III and IV” é lançado, sendo mais álbum proveniente da Volunteer Jam.
Charlie Daniels Band

1979 seria um marco para a banda. “Million Mile Reflections” é lançado e alcança a 1° colocação no Top Country Albuns, 5° colocação na Billboard 200 e a 2° colocação no CAN Country, sendo certificado com disco triplo de platina pela RIAA (Recording Industry Association of America) e disco de platina pela CRIA (Canadian Recording Industry Association). A faixa "The Devil Went Down to Georgia" se tornou um mega hit, 1° colocação na Hot Country Songs, 3° colocação na Billboard Hot 100, 1° colocação na CAN Country e 5° colocação na Canadian Single Chart, um verdadeiro sucesso. A faixa foi parte da trilha sonora do filme “Urban Cowboy” e mais recentemente, foi incluída no “Guitar Hero III: Legends of Rock”. O álbum ainda rendeu um Grammy Awards para o Charlie Daniels Band de Melhor Vocal Country.

Em 1980 é lançado “Full Moon”, outro sucesso que alcança a 11° colocação na Billboard 200 e certificado com disco de platina. O álbum está repleto de clássicos como, "In America", "The Legend of Wooley Swamp" e "Carolina (I Remember You)".

Ainda em 1980 sai “Volunteer Jam VI”, e Daniels participa do álbum conceitual, “The Legend of Jesse James”. “Volunteer Jam VII” sai em 1981.

No álbum “Windows” de 1982, o CDB grava uma versão para “Still In Saigon” de Dan Daley que alcança a 22° colocação na Billboard Hot 100. O álbum ganhou certificação de disco de ouro.

Em 1983, a banda lança sua primeira compilação, “A Decade of Hits”, que foi certificado com disco quádruplo de platina.

Em seguida vem uma sequência de lançamentos: "Me and the Boys" (1985), "Powder Keg" (1987) e "Homesick Heroes" (1988).

De 1977 a 1987 a Volunteer Jam acontecia anualmente, mas devido a problemas financeiros e comerciais, juntamente com a falta de tempo e energia por parte do CDB, o evento teria sua última edição nesse ano.

Em 1990 é lançado “Simple Man”, álbum que alcançou a 2° colocação do Top Country Albuns e foi certificado com disco de platina. Destaque para as faixas, "Simple Man" (lançada em 1989), "Mister DJ", "(What This World Needs Is) A Few More Rednecks" e "Oh Atlanta". Sobre a faixa título Daniels disse:
“Um homem simples apela para o linchamento de traficantes de drogas e para a de assassinos, estupradores e molestadores de crianças”. Ela é sobre um escandalo, em que uma criança foi morta por seu padrasto. "Eu sei como me sinto sobre isso, eu sei o que eu gostaria de fazer. Eu realmente não quero tirar as pessoas e deixá-las nos pântanos ... Mas crimes violentos - é o que a música fala ".
O CDB lançou seu primeiro álbum natalino em 1990, “Christmas Time Down South”.

Em maio de 1991 Daniels anuncia o retorno da Volunteer Jam, em Nashville. "Levamos três anos e meio sinto que estamos prontos para fazê-lo novamente", disse Daniels. Como sempre, a VJ (abreviação para Volunteer Jam) ofereceu uma combinação diversificada de músicos. Entre os que se apresentaram, estavam BB King, Steppenwolf, Tanya Tucker e, claro, Charlie Daniels Band.


Outros três álbuns são lançados nos anos seguintes: "Renegade" (1991), "The Devil Went Down to Georgia" (1993), "America, I Beliece in You" (1993) e "The Door" (1994) (Primeiro álbum cristão da banda).

Em 1994 mais uma compilação é lançada, “Super Hits” e é certificado com disco duplo de platina. Em 1995, o CDB recebe um Dove Award e uma indicação ao Grammy Awards por seu álbum cristão, “The Door”.

Em 1996, Daniels celebra seu 60° aniversário com a XVI Volunteer Jam, sendo a primeira versão acústica do evento.

Vários trabalhos são lançados pela banda: "Same Ol' Me" (1995), "Steel Witness" (1996), "The Roots Remain" (1996), "Blues Hat" (1997), "By the Light of the Moon" (1997), "Fiddle Fire: 25 Years of the CDB 52" (1998), "Volunteer Jam/Classic Live Performances: Volume One" (1998), "Volunteer Jam/Classic Live Performances: Volume Two" (1998).

Em 1999, acontece pela primeira vez a Volunteer Jam Tour, que conta com Molly Hatchet e Marshall Tucker Band. Tailgate Party é lançado e é uma coleção de canções que inspiraram a banda ao longo dos anos. Uma parceria foi firmada entre Charlie e a Habitat for Humanity, várias casas foram construídas, fruto dessa turnê.

Em 2000 a banda libera “Road Dogs” e mais uma Volunteer Jam Tour se inicia, agora com HankWilliams Jr., Little Feat e Edgar Winter.

Em 2001 a terceira edição da Volunteer Jam Tour se inicia com 38 Special e Dickey Betts Band. Charlie Daniels abre um museu em Nashville, repleto de fotos de sua carreira e todos os prêmios que o CDB ganhou. O museu também guarda alguns itens dos amigos de Daniels, Ronnie Van Zant e Toy Caldwell.

“Live!” é lançado, sendo o primeiro registro ao vivo do CDB. Charlie Daniels é introduzido na cidade de Wilmington, na North Carolina’sprestigious Walk of Fame.

Em 2002 o CDB lança “How Sweet the Sound: 25 Favorite Hymns and Gospel Greats”. O disco duplo contém os 25 hinos favoritos de Daniels e oferece um bônus especial, o single "This Ain't No Rag, It's a Flag".

São lançados: "A Merry Christmas to All" (2002), "Redneck Fiddlin' Man" (2002) e “Freedom and Justice for All'” (2003).

Com a ajuda da Guarda Nacional do Tennessee, o CDB realizou na Alemanha e em Kosovo, e ouvido em mais de 56 países, incluindo Iraque e Afeganistão, uma transmissão ao vivo para as Forças Armadas. “Essential Super Hits” é lançado.

Ainda em 2005, através dos esforços combinados da Guarda Nacional do Tennessee, United States Army-Europa, o Comando Central no sudoeste da Ásia, e a organização sem fins lucrativos "Stars for Stripes", o Charlie Daniels Band levou seu espirito patriótico para o Quirguistão, Uzbequistão, Afeganistão, Kuwait, Iraque e na Alemanha, onde se realizaram 9 shows para mais de 15.000 soldados.

O primeiro DVD da banda é lançado em 2005, gravado em Nashville.

Charlie Daniels recebe uma indicação ao Grammy Awards de Melhor Performance Instrumental pela faixa “I'll Fly Away” - uma faixa de “Songs From The Pines Longleaf”.
Charlie Daniels Band tocando no Iraque
 Em 2006 o CDB fez shows no Iraque e no Kuwait. Os shows foram gravados e lançados em “Live from Iraq” de 2007.

“16 Biggest Hits 68” (2006), “Deuces” (2007), “Joy to the World: A Bluegrass Christmas” (2009) e “Land That I Love” (2010), foram os últimos lançamentos da banda, que ainda continua fazendo shows regularmente e a Volunteer Jam continua a ser realizada.

Saiba mais sobre a banda:

Tecnologia do Blogger.