Soundcloud

30.7.14

Baixem o EP E Depois da banda Um Quarto de Gim


Nascido de um devaneio de Tommat, Davi, e Longo, a banda Um Quarto de Gim vem traçando a sua história com varias reviravoltas. Tudo começou na pacífica Vila Joinville Km4, também conhecida como "meio do nada", onde o gosto pela música e a vontade de fazer algo bacana culminou na explosiva mistura de um headbanger, um rocker e um cara do blues... que faziam Róque. Tomando gosto pela coisa, Longo (o baterista, então principiante) cedeu seu pequeno estúdio improvisado com caixas de ovo para que o roque rolasse, e rolou a primeira demo "Aqui começa a safadeza", com Tommat nos vocais e guitarra, Davi na guitarra, Longo na bateria e Lucas Fox no baixo.

Depois de trocas constantes de baixista, tentativa de vocalista e agenda movimentada de shows, a banda quase foi pro espaço com a saída do Tommat e do Davi, porém como o rock não pode parar, isso não passou de um "cagaço". Refazendo-se do susto e tomado por uma vontade imensa de continuar fazendo cabeças baterem pelos bares da vida, Rafael reuniu-se com Longo e fundaram a "nova" Um Quarto de Gim, dessa vez repaginada e com menos experiência.

Em 2013 a Um Quarto de Gim virou um quarteto novamente, com Davi na guitarra, Dedé no contrabaixo, Rafa no vocal e Longo na bateria. No início de 2014, no dia 9 de fevereiro a UQG lançou seu segundo EP que recebeu o nome de uma antiga música da banda "E Depois?", essa que nesse segundo EP foi regravada com uma pegada diferenciada. As outas músicas são "A Arte do Ócio", "O Que Eles Querem Não É O Que Eu Quero", "Esmola Pro Bluseiro" e "Na Mira De Um Coração Canalha", essa que teve o nome dado pelo parceiro Aldair (Minhoca).

Vocês podem baixar o EP "E Depois?" gratuitamente no site banda, acessem www.umquartodegim.com/p/download.html e divirtam-se.

Read

29.7.14

Escutem Talvez eu corte o meu cabelo, novo single da O Berço


Os mineiros da banda O Berço lançaram hoje o single "Talvez eu corte o meu cabelo", o terceiro nos últimos dias. A faixa estará no primeiro álbum da banda, "Alto do Vale", previsto para ser lançado em agosto.

Escutem as faixas lançadas até aqui:

Read

28.7.14

Baixem o EP Contra a Maré dos gaúchos da Mastodonte


A banda Mastodonte vem da pequena Venâncio Aires, no interior do Rio Grande do Sul, e é formada por Dudu Peiter (voz e guitarra), Luiz Jantsch (guitarra), Maicon Wollmann (baixo) e Julio Scheeren (bateria e voz). A banda teve início em outubro de 2013 e logo de cara foi uma das finalistas do 3° Festival DeCasa, realizado na 13° Festa Nacional do Chimarrão em maio de 2014. 

A banda lançou recentemente o EP "Contra a Maré" com três faixas cantadas em português. Ele estão disponível para download gratuito no site da banda, www.mastodonterock.com.br, e vale a pena escutar mais essa banda brasileira que está dando os primeiro passos.

Read

23.7.14

Raccoonies lança duas novas faixas


Os Raccoonies lançaram dois novos singles, "Confessions To A Diary" e "My Girl, My Boots And My Guitar". As duas faixas se juntam a "Your Arms", "Bird Inside the Clock", "Balloon" e "The World Around You", faixas que vocês podem escutar no Soundcloud da banda.

Read

Escutem Black Dog, nova faixa dos Fabulous Bandits


Read

Assistam o clipe de Descarrilhado dos mineiros da Madmaria 1912

Read

22.7.14

Escutem a primeira faixa de Dead Man's Town - A Tribute To Born in the USA


O clássico "Born In The USA" lançado em 1984 pelo Bruce Springsteen e vendeu mais de 15 milhões de cópias, está completando 30 anos e ganhará um tributo em setembro. O álbum se chamará "Dead Man's Town - A Tribute To Born in the USA" e terá a participação de alguns artistas bem populares como Jason Isbell, Amanda Shires, Holly Williams, Trampled by Turtles e North Mississippi Allstars.

A faixa "Born in the USA" cantada pelo Jason Isbell e sua esposa Amanda Shires, já pode ser escutada:


Confiram o Track List completo:

1. Jason Isbell & Amanda Shires, "Born in the U.S.A."
2. Apache Relay, "Cover Me"
3. Quaker City Nighthawks, "Darlington County"
4. Blitzen Trapper, "Working on the Highway"
5. Joe Pug, "Downbound Train"
6. Low, "I'm on Fire"
7. Holly Williams, "No Surrender"
8. Ryan Culwell, "Bobby Jean"
9. Trampled by Turtles, "I’m Goin’ Down"
10. Justin Townes Earle, "Glory Days"
11. Nicole Atkins, "Dancing in the Dark"
12. North Mississippi Allstars, "My Hometown"
Read

Escutem Leoa, novo single dos mineiros da O Berço


Ontem divulgamos a faixa "Gotas de Chuva", o primeiro single do álbum "Alto do Vale" da O Berço. Hoje eles lançaram mais um single, "Leoa". O álbum é um resgate às origens de cada músico e suas referências, abraçando a música caipira, misturada ao folk, blues, country e rock. Pitadas do sertanejo brasileiro entrelaçado ao som das folias de reis nos domingos pela vizinhança. O álbum completo será lançado em um show de estréia na cidade de Patos de Minas. Em breve, estará disponível para download nas redes sociais da banda e poderá ser adquirido através do iTunes, Rdio, Spotfy e Deezer.

Read

21.7.14

Escutem Gotas de Chuva, primeiro single do álbum da banda O Berço


O primeiro álbum da banda de Folk Rock mineira O Berço, "Alto do Vale", será lançado em agosto. O álbum é um resgate às origens de cada músico e suas referências, abraçando a música caipira, misturada ao folk, blues, country e rock. Pitadas do sertanejo brasileiro entrelaçado ao som das folias de reis nos domingos pela vizinhança. O álbum completo será lançado em um show de estréia na cidade de Patos de Minas. Em breve, estará disponível para download nas redes sociais da banda e poderá ser adquirido através do iTunes, Rdio, Spotfy e Deezer.

Read

16.7.14

Confiram as datas da turnê do bluesman Gwyn Ashton no Brasil


O guitarrista australiano Gwyn Ashton confirmou 8 datas de sua turnê pelo Brasil. Gwyn Ashton está divulgando seu mais recente álbum, "Radiogram". Um álbum denso de blues rock, recheado de passagens cativantes, belas canções e riffs matadores. Eis as datas no Brasil:

26 Julho - Lançamento oficial de "Radiogram" no Brasil, Rio de Janeiro/RJ
01 Agosto - Barra Mansa, RJ - A confirmar
02 Agosto - Villa Blues, Botucatu/SP 
03 Agosto - GiG, São Carlos/SP 
08 Agosto - NY Pub, Poços de Caldas/MG
09 Agosto - Jack Music Bar, Belo Horizonte/MG 
13 Agosto - Bar do B, Rio de Janeiro/RJ 
15 Agosto - Bar da Fábrica, Juiz de Fora/MG

Ashton ficou em terceiro lugar na votação de "Guitarrista do Ano" pelos leitores da revista francesa Guitar Part, ficando atrás apenas de Jeff Beck e Gary Moore, nas primeiras colocações. "Radiogram" nos brinda com 9 faixas originais da autoria de Ashton e engrossa o caldo com uma versão para o clássico de Willie Dixon, "I Just Wanna Make Love To You" com a marca registrada e timbres característicos do guitarrista australiano. 

O disco conta com Gwyn Ashton nas guitarras, baixos, voz e gaita e diversos artistas convidados incluindo: Don Airey (Deep Purple, Rainbow, Whitesnake, Black Sabbath), Kim Wilson (Fabulous Thunderbirds), Robbie Blunt (Robert Plant, Bronco, Silverhead), Johnny Mastro (LA’s Mama’s Boys), Mark Stanway (Magnum, Phil Lynott), Mo Birch (UB40, Go West, Culture Club), Henry Parker e Kev Hickman. "Radiogram" foi gravado na Inglaterra, mixado em Los Angeles por Justin Hopfer (produtor dos Lost Prophets) e masterizado na Austrália por Don Bartley, que fora recentemente contratado para remasterizar uma versão especial do clássico album, dos Beatles, Sgt Pepper’s Lonely Hearts Club Band. 

Para mais informações, entrem em contato com a BFB Produções (befajoses@gmail.com Tel.: (21) 9-9235-0334 Sergio Barbosa/Bernardo Fajoses) ou acessem http://gwyntourbrazil.jimdo.com

Read

15.7.14

Conheçam a Electric Blues Explosion


A Electric Blues Explosion é projeto idealizado pelo guitarrista/vocalista e compositor Rodrigo Campagnolo no final de 2006, tocando releituras de clássicos do Blues e Southern Rock como Alman Brothers, B.B. King, Gary Moore, Eric Clapton, Stevie Ray Vaughan, Buddy Guy, Lynyrd Skynyrd, e também artistas mais contemporâneos como Joe Bonamassa, John Mayer, Keny Wayne Shepperd, Pride and Glory e Gov’t Mule – sempre com uma pegada mais enérgica, característica da formação musical e das influências do guitarrista.

No final de 2011 a banda lançou de forma independente o CD "Draw The Line" com sete composições próprias. Este trabalho foi masterizado na Inglaterra durante o período em que Campagnolo encontrava-se em turnê com a banda inglesa LiveWire. O segundo CD, "Strenght To Go On", traz junto um DVD gravado ao vivo em Caxias do Sul (RS) onde a banda mostra a sofisticação do blues contemporâneo e o virtuosismo característico do rock. 

Com um vocal visceral e uma guitarra arrasadora, Rodrigo Campagnolo despeja muito sentimento e emoção no palco fazendo do show uma experiência singular. Além de Rodrigo Campagnolo nos vocais e guitarra, a Electric Blues Explosion tem Graziano Anzolin nos teclados, Rafael Schmitt no baixo e César de Campos na bateria.

Acompanhem a banda pelo Facebook, assistam seus vídeos e escutem algumas faixas no Soundcloud.

Read

14.7.14

Ray Boneville - Easy Gone (Review)


Se existe um cara que a crítica especializada não curte muito criticar negativamente, esse cara é o Ray Boneville, até o momento não li um review negativo de nenhum de seus álbuns de estúdio. Você provavelmente não conhece ele, eu não conhecia até o ano passado, quando tive o prazer de escutar o ótimo "Bad Man's Blood", lançado em 2011.

Sem dúvidas a guitarra discreta e seu vocal cansado (bem ao estilo Randall Bramblett), são suas marcas registradas. É difícil imaginar um álbum de Blues que tenha uma guitarra discreta, mas as pessoas se esquecem que existem outros instrumentos bem tradicionais no estilo, uma delas é a gaita, que também é bem discreta nesse álbum. A voz do Ray é a única coisa que não é discreta nesse álbum, tudo gira em torno dela.

Esse é mais um daqueles álbuns que deve ser escutado na íntegra, ele não tem hits, não tem grandes destaques individuais, o que não é novidade no Blues, um estilo que se caracteriza pelos seus grandes álbuns, não por uma faixa de destaque dentro de um álbum ruim. Mesmo assim, prestem atenção no cover do clássico "So Lonesome I Could Cry" do Hank Williams. Nunca tinha escutado uma versão Blues dessa faixa e gostei demais, tenho certeza que os fãs do Hank Sr. irão apreciar.

Mais um grande álbum desse músico/compositor minimalista e que merece mais exposição.

Read